Ipatinga

política

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Alexandre Silveira é o novo senador de Minas Gerais; Anastasia vai para o TCU

    Dos 78 senadores que votaram, Anastasia obteve 52 votos

    Por Plox

    15/12/2021 01h05 - Atualizado há 7 meses

    Alexandre Silveira, presidente estadual do PSD, é o novo senador por Minas Gerais. Ele vai assumir a vaga do senador Antonio Anastasia, que foi escolhido pelo plenário do Senado para ser o novo ministro do Tribunal de Contas da União (TCU). Dos 78 senadores que votaram, Anastasia obteve 52 votos.
     

    Como senador por Minas Gerais, Alexandre Silveira disse que pretende atuar, prioritariamente, em quatro grandes frentes: saúde, segurança pública, infraestrutura e municipalismo. Atualmente ele é  diretor jurídico do Senado, cargo que ocupará até assumir em definitivo a vaga de senador.

     

    “Assumirei a vaga no Senado como representante de Minas Gerais com uma grande responsabilidade. Vou ocupar a cadeira de um dos homens públicos mais qualificados do país, que fez um trabalho brilhante na Casa, o professor Anastasia. Assumo também o compromisso de trabalhar de forma incansável, não somente para honrar o trabalho excepcional realizado pelo amigo Anastasia, mas de lutar diuturnamente para defender os interesses de Minas e dos mineiros”, assinalou Alexandre Silveira.


     

    Silveira também defende uma atuação mais próxima dos municípios. “As pessoas vivem é nas cidades. E as cidades é que precisam de apoio, de mais recursos, tanto do governo federal quando dos estaduais, para trabalhar pela melhoria da qualidade de vida da população”, ressalta Alexandre. Ao longo de 2021, como diretor do Senado, ele recebeu, por determinação do presidente Rodrigo Pacheco, mais de 820 prefeitos de municípios mineiros e assumiu o compromisso de ajudar todos eles com recursos para investimentos, especialmente em saúde e infraestrutura, duas prioridades dos mineiros. “O senado continuará sendo a extensão dos 853 municípios mineiros”, prometeu Alexandre.


     

    Como senador, Alexandre afirma querer trabalhar para melhorar a qualidade dos serviços de saúde que são oferecidos aos mineiros. Ex-secretário de estado de Saúde de Minas, ele disse que vai defender não somente mais verbas do orçamento da União para a saúde, como trabalhar para que os recursos sejam empregados de forma mais eficiente. “Recursos são fundamentais, mas não podemos esquecer da qualidade dos gastos, de como esses recursos estão sendo aplicados para beneficiar especialmente quem mais precisa do nosso sistema de saúde, que são as milhares de pessoas carentes que ainda temos no Brasil”, ressaltou.

     

    Foto: Divulgação


     

    Alexandre Silveira foi, aos 32 anos, diretor geral do Departamento Nacional de Infraestrutura em Transportes (DNIT), que é a maior autarquia do país, responsável pela gestão de portos, hidrovias, ferrovias e rodovias. “Sei o que Minas precisa nessa área, especialmente no que se refere às rodovias e ferrovias, e vou trabalhar para que essas obras sejam realizadas em nosso Estado”, observou Alexandre, citando como exemplos o Metrô de Belo Horizonte e várias rodovias que precisam ser duplicadas, como o caso das BRs 381 e 262.

     

    Arquivo PLOX-Brenda Colen


     

    Alexandre Silveira também disse que vai segurança pública. Alexandre é delegado da Polícia Civil de Minas Gerais, concursado. O  PLOX acompanhou,  no mês passado, em Brasília, o anúncio do Senado Federal de um recurso suplementar para as forças de segurança de Minas Gerais. O valor, de R$50 milhões, contemplará a Polícias Militar, Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros do estado. Silveira informou fez  anúncio em nome do presidente do Congresso Nacional, o senador Rodrigo Pacheco, a quem teceu elogios. Ele aproveitou para destacar também os trabalhos das forças de segurança de Minas Gerais.

    Foto: divulgação


    Um estado seguro, com baixos índices de violência e criminalidade, é essencial, na opinião de Alexandre Silveira, para criar um ambiente favorável para a atração de novos investimentos para Minas Gerais. “Sentindo-se seguro, o empresariado vai querer investir mais em Minas Gerais, e isso vai significar a geração de novos empregos, renda e melhoria da qualidade de vida da população”, destacou o novo senador Alexandre Silveira.


     

    QUEM É ALEXANDRE SILVEIRA


     

    Alexandre Silveira nasceu em Belo Horizonte em 15/07/1970, é casado e tem dois filhos. Fez o ensino fundamental e o ensino médio em escolas públicas da capital e, posteriormente, se formou em Direito. É delegado de carreira da Polícia Civil de Minas Gerais, cargo para o qual entrou, por meio de concurso público, em 1997.  

      

    Estimulado pelo pai, começou a trabalhar muito cedo: sua primeira carteira de trabalho foi assinada aos 14 anos numa indústria de estofados. Técnico em contabilidade, trabalhou também no comércio da capital.  

      

    No serviço público, Alexandre Silveira tem uma sólida carreira. Depois de atuar como delegado em várias comarcas do Estado, foi convidado, em 2003, pelo então vice-presidente José Alencar, para assumir o cargo de Coordenador Geral da 6ª Unidade de Infraestrutura Terrestre do DNIT, em Minas Gerais. Um ano depois, foi alçado ao cargo de diretor-geral do órgão, considerado a maior autarquia do país.  

      

    Servidor mais novo a ocupar, até então, o cargo de diretor-geral do DNIT, com apenas 32 anos Alexandre Silveira tinha a missão de cuidar da infraestrutura de transporte de um país de dimensões continentais como o Brasil - que inclui portos, hidrovias, ferrovias e rodovias.  

      

    Para assumir a diretoria geral do DNIT, Alexandre Silveira foi sabatinado pela Comissão de Infraestrutura do Senado e seu nome foi aprovado em plenário. Sua gestão à frente do DNIT foi reconhecida pelo Tribunal de Contas da União como sinônimo de transparência e inovação. 

      

    Seu desempenho à frente da autarquia lhe valeu um convite para disputar um cargo eletivo em 2006. Neste ano, Alexandre Silveira foi candidato a deputado federal e conquistou a vaga na Câmara dos Deputados com quase 148 mil votos. Em 2010, disputou a reeleição e teve quase 200 mil votos, a quarta maior votação do Estado (numa bancada de 53 parlamentares). 

      

    Durante os seus dois mandatos, Alexandre Silveira teve uma atuação destacada na Câmara. Foi presidente da Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, membro efetivo da Comissão de Constituição e Justiça, a mais importante do Legislativo, e também da Comissão de Integração Nacional e Desenvolvimento Regional. Já no primeiro mandato, foi membro da Mesa Diretora da Câmara. 

      

    Entre os vários projetos que apresentou na Câmara, destaque para a PEC 412, que estabelece a autonomia funcional, administrativa e orçamentária da Polícia Federal, e projeto estabelecendo que candidatos a cargos proporcionais (deputados estaduais, federais e vereadores) só possam disputar dois mandatos consecutivos (como já acontece para os cargos no Executivo). 

      

    Em 2011, a convite do então governador Antonio Anastasia, Alexandre ocupou a Secretaria de Estado de Gestão Metropolitana. À frente da pasta, coordenou e planejou o desenvolvimento e os investimentos públicos da Grande Belo Horizonte e tirou do papel a Agência Metropolitana do Vale do Aço. Ainda no governo Anastasia, foi secretário de Estado de Saúde, que é considerada uma das pastas mais importantes do Executivo mineiro. 

      

    A convite de Antônio Anastasia, em 2014, foi o seu suplente na candidatura ao Senado. Como começou a trabalhar muito cedo, Alexandre Silveira sempre gostou de empreender. Licenciado de seu cargo de delegado da Polícia Civil, após as eleições de 2014, retomou suas atividades como empresário. 

      

    Em 2018, novamente atendendo ao chamado do senador Antonio Anastasia, foi ser o coordenador geral de sua campanha ao governo do Estado, bem como do candidato ao senado Rodrigo Pacheco. Com a eleição de Pacheco para a presidência do Senado, recebeu o convite para ser o diretor jurídico da Casa.  

     

    Veja também:


     Conecte SUS continua fora do ar depois de novo ataque hacker

     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]