Estudante mineira de escola publica conquista medalha em Olimpíada de Ciências nos EUA

Aos 11 anos, estudante de escola municipal mineira se destaca em competição científica internacional e visita sede da NASA

Por Plox

16/01/2024 15h48 - Atualizado há 5 meses

Beatriz Melo Gonçalves, uma jovem estudante de apenas 11 anos da Escola Municipal Professor Cláudio Brandão em Belo Horizonte, Minas Gerais, alcançou um feito impressionante ao conquistar o terceiro lugar na 5ª Olimpíada Copernicus de Ciências. A competição foi realizada na Rice University, localizada em Houston, Texas, nos Estados Unidos. Beatriz, residente do Bairro Aparecida, na Região da Pampulha, destacou-se como a única representante de uma escola pública brasileira neste evento internacional.

Foto: arquivo pessoal

Preparação e Apoio: Para alcançar tal sucesso, Beatriz contou com o apoio fundamental de Fábio Andrade Machado, seu professor de matemática e ciências. O pedagogo dedicou-se intensamente à preparação da estudante para a disputa, acompanhando-a durante a jornada, juntamente com a mãe da jovem, Izabela Moreira.

Experiência Enriquecedora: Além da conquista acadêmica, a participação na Olimpíada ofereceu a Beatriz uma experiência cultural e educacional única. Durante a estadia nos Estados Unidos, ela teve a oportunidade de visitar a sede da NASA, expandindo ainda mais seu horizonte no campo da ciência e tecnologia. A visita à agência espacial americana certamente agregou valor inestimável à sua formação, inspirando-a a continuar sua jornada no mundo da ciência.

Conclusão: O sucesso de Beatriz na Olimpíada Copernicus de Ciências representa não apenas um triunfo pessoal, mas também um marco importante para a educação pública brasileira. Sua conquista ressalta o potencial dos jovens estudantes do país, especialmente aqueles provenientes de escolas públicas, demonstrando que, com dedicação, apoio e oportunidades adequadas, é possível alcançar reconhecimento em cenários internacionais de grande prestígio.

Destaques