Ipatinga

economia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Governo de Minas estuda criação de auxílio para comerciantes e trabalhadores da cultura

    Segundo o governador, a criação já vem sendo estudada pelo estado

    Por Plox

    16/03/2021 18h43 - Atualizado há 6 meses

    Na manhã desta terça-feira (16), em coletiva de imprensa transmitida pelo Plox, entre as questões abordadas pelo governador de Minas, Romeu Zema, está a possibilidade de criar um auxílio para ajudar trabalhadores da cultura e comerciantes.

    Zema foi perguntado sobre a possibilidade de criar esse benefício, já que todo o estado ficará 15 dias com funcionamento de coisas essenciais, pegando como base o que o governo do Maranhão fez. Em resposta, ele disse que isso já está sendo estudado pelo estado.  

     

    Foto: Reprodução/ Youtube

     

    “Já solicitamos à Secretaria da Fazenda, que avalie o que pode ser feito. Tivemos, inclusive, uma reunião na semana passada com representantes da área de cultura e entretenimento, que já trouxeram uma série de propostas para que esse setor possa receber algum tipo de auxílio, e isso está sendo analisado também. Nós sabemos que essas pessoas foram as mais afetadas, a área de cultura principalmente. A Lei Aldir Blanc ajudou muito, mas com essa nova cepa do vírus nós talvez tenhamos que fazer alguma coisa a mais”, respondeu.

    Onda roxa

    As regras para as cidades que estiverem na onda roxa incluem a proibição de circulação de pessoas sem o uso de máscara de proteção, em qualquer espaço público ou de uso coletivo, ainda que privado; a proibição de circulação de pessoas com sintomas gripais, exceto para a realização ou acompanhamento de consultas ou realização de exames médico-hospitalares; a proibição de realização de reuniões presenciais, inclusive de pessoas da mesma família que não coabitam; além da realização de qualquer tipo de evento público ou privado que possa provocar aglomeração, ainda que respeitadas as regras de distanciamento social.

    São considerados serviços essenciais:

    • -Setor de alimentos (excluídos bares e restaurantes, que só podem via delivery);
    • -Serviços de Saúde (atendimento, indústrias, veterinárias etc.);
    • -Bancos;
    • -Transporte Público (deslocamento para atividades essenciais);
    • -Energia, Gás, Petróleo, Combustíveis e derivados;
    • -Manutenção de equipamentos e veículos;
    • -Construção civil;
    • -Indústrias (apenas da cadeia de Atividades Essenciais);
    • -Lavanderias;
    • -Serviços de TI, dados, imprensa e comunicação;
    • -Serviços de interesse público (água, esgoto, funerário, correios etc.)
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]