Após duas semanas, Bolsonaro deve receber alta de hospital nesta sexta

O ex-presidente foi internado devido a uma erisipela na perna esquerda e deve continuar o tratamento com acompanhamento médico.

Por Plox

16/05/2024 17h26 - Atualizado há 6 dias

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) deve receber alta do hospital Vila Nova Star, em São Paulo, nesta sexta-feira (17). Ele estava internado desde o início do mês devido a uma erisipela, uma infecção bacteriana na perna esquerda. Após a alta, Bolsonaro continuará o tratamento sob supervisão médica.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Bolsonaro foi hospitalizado no dia 4 de maio, após participar de um evento do PL Mulher em Manaus, acompanhado pela ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro. Durante o evento, ele discursou aos apoiadores com o braço enfaixado e explicou que havia sido internado com erisipela e desidratação no Hospital Santa Júlia, em Manaus. Além disso, foi diagnosticado com obstrução intestinal.

Transferência e Tratamento

Dois dias após a internação inicial, Bolsonaro foi transferido para São Paulo, onde começou a receber tratamento com antibióticos endovenosos. Em 8 de maio, ele compartilhou um vídeo nas redes sociais mostrando que estava caminhando pelos corredores do hospital e afirmando que estava se recuperando bem.

Compromissos Cancelados

Devido ao seu estado de saúde, Bolsonaro precisou cancelar compromissos agendados em Minas Gerais. Ele tinha planejado visitas a Contagem para apoiar o deputado federal e pré-candidato à prefeitura Junio Amaral (PL), a Belo Horizonte para lançar a pré-candidatura do deputado estadual Bruno Engler (PL) à Prefeitura, e a Divinópolis para um encontro com o prefeito e pré-candidato à reeleição, Gleidson Azevedo (Novo).

Esta é a segunda vez que Bolsonaro é afetado por erisipela. Entre novembro e dezembro de 2022, após o segundo turno das eleições, ele também sofreu com a infecção, o que contribuiu para seu período recluso no Palácio da Alvorada.

O Que é Erisipela?

A erisipela é uma infecção cutânea causada por bactérias, geralmente estreptococos. Ela se manifesta como uma área avermelhada na pele, que pode ser quente ao toque e inchada, frequentemente acompanhada de febre. O tratamento inclui a administração de antibióticos para combater a infecção, repouso, elevação da área afetada e cuidados com a hidratação do paciente.

 

 

 


 

Destaques