CBF suspende brasileirão devido às chuvas no RS

Campeonato é paralisado após pedido de 15 clubes em solidariedade ao estado

Por Plox

16/05/2024 07h32 - Atualizado há 10 dias

 

A CBF decidiu suspender as rodadas 7 e 8 do Campeonato Brasileiro em resposta às fortes chuvas que têm causado um desastre ambiental no Rio Grande do Sul, elevando significativamente o nível do Lago Guaíba. A decisão foi anunciada nesta quarta-feira (15) após consulta aos 20 clubes participantes, dos quais 15 solicitaram a suspensão em solidariedade ao estado.

Pixabay: Foto ilustrativa

Os clubes que apoiaram a paralisação são Atlético-GO, Atlético-MG, Athletico-PR, Criciúma, Cruzeiro, Cuiabá, Bahia, Juventude, Vitória, Fluminense, Fortaleza, Grêmio, Botafogo, Internacional e Vasco. A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) também endossou o pedido. Com isso, a competição nacional não terá partidas até o dia 1º de junho, quando está prevista a nona rodada.

apoio à decisão

Em comunicado, a CBF expressou sua solidariedade com as vítimas do desastre. "Nos últimos dias, o Brasil se viu radicalmente afetado por uma tragédia ambiental sem precedentes na história, que impactou diretamente milhões de pessoas no estado do Rio Grande do Sul e, por conseguinte, o futebol praticado no Brasil. Nesse sentido, não se pode olvidar que o esporte e a sociedade caminham concomitantemente, não podendo se separar ainda mais em um momento tão difícil para a população brasileira."

A entidade também destacou os esforços empreendidos para ajudar o povo gaúcho: "A CBF, como entidade nacional de administração do desporto, se solidariza com cada vítima desse evento catastrófico, ressaltando que está empreendendo todos os esforços, no âmbito nacional e internacional, que estão ao seu alcance para colaborar com o povo gaúcho nessa drástica crise através de ações e iniciativas."

ajustes nos campeonatos e competições internacionais

Inicialmente, a CBF havia planejado tomar uma decisão sobre a paralisação do campeonato durante o Conselho Técnico Extraordinário marcado para 27 de maio, que ainda ocorrerá para discutir outros temas. A suspensão anunciada é exclusiva do Brasileirão, enquanto a Copa do Brasil seguirá normalmente, exceto para os clubes gaúchos Grêmio, Internacional, Juventude e Ypiranga-RS.

Nos campeonatos organizados pela Conmebol, as datas das partidas dos times gaúchos foram realocadas. Os próximos jogos do Grêmio na Libertadores contra Huachipato e Estudiantes, e do Internacional na Copa Sul-Americana contra Real Tomayapo e Delfin, foram remarcados para os dias 4 e 8 de junho. O Grêmio anunciou que suas partidas serão realizadas no Couto Pereira e os treinos no CT do Corinthians em São Paulo até o dia 26.

A suspensão visa priorizar a segurança e o bem-estar das pessoas afetadas, demonstrando a união do esporte com a sociedade em momentos de crise.

Destaques