Correios suspendem doações de roupas para o Rio Grande do Sul

Empresa foca em itens essenciais e solicita doações de água, alimentos e produtos de higiene pessoal para regiões afetadas

Por Plox

16/05/2024 14h07 - Atualizado há 10 dias

Os Correios anunciaram a suspensão do recebimento de roupas e calçados entre as doações destinadas às vítimas das enchentes no Rio Grande do Sul. A decisão foi tomada após a constatação de que 70% dos itens doados até agora são vestuários, o que sobrecarrega a triagem e dificulta a entrega de itens prioritários.

Foto: reprodução/ redes sociais

Prioridade para itens essenciais
Conforme orientação da Defesa Civil do Rio Grande do Sul, os Correios estão dando prioridade à coleta dos seguintes itens:

Água potável (prioritário)
Alimentos da cesta básica
Produtos de higiene pessoal
Material de limpeza seco
Ração para animais de estimação
Além de disponibilizar suas agências como pontos de coleta em todo o Brasil, os Correios oferecem o transporte gratuito dos donativos até as zonas afetadas pelas enchentes. Quem faz a doação não precisa pagar pelo envio.

Estrutura de coleta e logística
Com mais de 10 mil unidades espalhadas pelo país, a empresa já recebeu mais de 11 mil toneladas de doações, das quais 3 mil toneladas foram entregues às regiões necessitadas. No Rio Grande do Sul, uma série de agências está operacional para receber donativos (veja a lista completa abaixo).

Os Correios recomendam que os doadores embalem e identifiquem os materiais, embora isso não seja obrigatório para o transporte. Para facilitar a triagem, sugerem:

Cestas básicas: Entregar os alimentos reunidos em sacos transparentes ou já fechados.
Itens de higiene pessoal: Reunir em kits dentro de sacos transparentes.
Separação por categorias: Colocar os itens em caixas ou sacolas que possam ser fechadas ou amarradas.
Vedação adequada: Usar embalagens sem rasgos ou furos.
Para otimizar a logística, os Correios pedem que os moradores das regiões Sudeste e Sul priorizem a doação de água potável, enquanto as demais regiões podem focar em itens secos.

Chamado para voluntários
A empresa também está recrutando voluntários para ajudar na coleta e organização dos donativos em Brasília (SOF Sul), Cajamar e Guarulhos (Grande São Paulo), e em Curitiba, Cascavel e Londrina (Paraná).

Inscrições para voluntários:

Brasília: [email protected]
São Paulo: Formulário de inscrição
Paraná: [email protected]
As inscrições devem incluir nome completo e telefone de contato.

Agências ativas no Rio Grande do Sul
No estado, as agências ativas para coleta incluem localidades como São Borja, Santo Angelo, Santa Rosa, Canoas, Esteio, Sapucaia do Sul, São Leopoldo, Novo Hamburgo, entre outras. Em Porto Alegre, a arrecadação acontece nos Centros de Distribuição Domiciliária de Vila Jardim, Antônio de Carvalho, Restinga e Cavalhada.

Horário de funcionamento: das 8h às 17h, recebendo itens como colchões, cobertores, lençóis de solteiro, água, produtos de higiene, copos plásticos, fraldas infantis e geriátricas, e rações para cães e gatos.

 

 

 

Destaques