Leilão da BR-381 entre BH e Governador Valadares será em agosto

Rodovia entre Belo Horizonte e Governador Valadares receberá R$ 9 bilhões em investimentos

Por Plox

16/05/2024 15h04 - Atualizado há 5 dias

O leilão da BR-381/MG está previsto para o próximo dia 29 de agosto, de acordo com o Ministério dos Transportes. A informação foi divulgada pela pasta nesta quinta-feira (16) junto com o anúncio de que o edital da concessão da rodovia, entre as cidades de Belo Horizonte e Governador Valadares (MG), será publicado nesta sexta-feira (17), no Diário Oficial da União. A publicação do documento foi aprovada nesta quinta-feira (16), pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (Antt). Veja os detalhes na live.

 

Vídeo: 

 

O projeto inclui uma série de melhorias visando a ampliação da capacidade e o aumento da segurança da via. Entre as principais obras estão 134,27 quilômetros de duplicações, 83 quilômetros de faixas adicionais, 9,7 quilômetros de vias marginais, além de 20 passarelas e 15 passagens de fauna. Do total de investimentos, R$ 5,5 bilhões serão destinados a novas obras e R$ 3,7 bilhões a serviços operacionais.

BR-381 - FOTO: DNIT/Divulgação

 

As mudanças no edital resultam de uma revisão abrangente feita pelo Ministério dos Transportes, que incorporou estudos técnicos e políticas públicas atualizadas. Uma das principais alterações foi a exclusão dos Lotes 8A e 8B, que passarão a ser executados pelo Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT). Esta decisão foi anunciada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e cumprida pelo ministro dos Transportes, Renan Filho.

Viviane Esse, secretária Nacional de Transporte Rodoviário, destacou a importância desta mudança para a atratividade do projeto, permitindo a execução antecipada das obras que, inicialmente, estavam previstas para começar apenas em 2028. "Agora, elas poderão ser iniciadas o quanto antes", afirmou.

Além das melhorias estruturais, a concessão da BR-381/MG tem o potencial de gerar cerca de 73 mil empregos diretos, indiretos e efeito renda, contribuindo significativamente para o crescimento econômico e a criação de postos de trabalho na região de Minas Gerais.

Destaques