Vídeo: motor de Boeing com 468 a bordo explode durante decolagem

O avião, que partia da Indonésia com destino a Medina, na Arábia Saudita, precisou retornar ao Aeroporto Internacional Sultan Hasanuddin para um pouso de emergência.

Por Plox

16/05/2024 15h27 - Atualizado há 3 dias

Um Boeing 747-400 da companhia Terra Avia, de Moldova, enfrentou uma situação de emergência na quarta-feira (15), quando um de seus motores pegou fogo durante a decolagem. 

O avião, que partia da Indonésia com destino a Medina, na Arábia Saudita, precisou retornar ao Aeroporto Internacional Sultan Hasanuddin para um pouso de emergência. Felizmente, nenhum dos 468 ocupantes, incluindo passageiros e tripulação, ficou ferido.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Peregrinos a Caminho de Meca

O voo, operado pela Garuda Indonesia, transportava diversos peregrinos que estavam a caminho de Meca, a cidade sagrada dos muçulmanos. Durante a decolagem, imagens publicadas nas redes sociais, que ainda não foram verificadas pela AFP, mostraram o motor quatro (externo do lado direito) emitindo um som alto de estouro seguido por chamas.

Imagem
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Decisão Rápida e Segura

Ao perceber o incidente, o capitão decidiu imediatamente retornar ao aeroporto. "Foi observado incêndio em um dos motores", confirmou um porta-voz da Garuda Indonesia ao tabloide britânico The Sun. O presidente da companhia, Irfan Setiaputra, afirmou que o capitão optou pela medida como precaução para permitir uma inspeção detalhada e avaliar possíveis danos no motor. A companhia aérea providenciou acomodação para os passageiros afetados, conforme informado ao The Sun.

Problemas Recorrentes com Aeronaves Boeing

A Boeing tem enfrentado uma série de incidentes recentes envolvendo seus aviões. Em janeiro, um painel de janela de um Alaska Airlines 737 Max 9 se rompeu durante um voo, forçando a aeronave a realizar um pouso de emergência. Nenhum dos 171 passageiros e seis tripulantes ficou ferido, embora imagens nas redes sociais mostrassem passageiros utilizando máscaras de oxigênio e um painel lateral aberto.

Em junho do ano passado, um Boeing 717 operado pela Delta Airlines teve que pousar sem o trem de pouso dianteiro em Charlotte, na Carolina do Norte, devido a um componente quebrado.

Consequências Legais

A Boeing também está sob escrutínio das agências regulatórias após diversos incidentes com seus modelos 737. Recentemente, o Departamento de Justiça dos Estados Unidos determinou que a fabricante violou um acordo de 2021 relacionado aos problemas com o modelo 737 Max, que causaram dois acidentes fatais em 2018 e 2019.

 

 

 

 


 

Destaques