Colégio São Francisco Xavier comemora 58 anos de história

16/06/2020 07:33

O Colégio São Francisco Xavier (CSFX) alcançou nesta segunda-feira (15), a marca de 58 anos de ensino, reforçando o compromisso assumido pela Usiminas e pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX) em ofertar serviços de saúde e de educação.

Considerada uma das mais tradicionais instituições de ensino do Vale do Aço, o CSFX conta com ampla estrutura física e tecnológica e atende, atualmente, alunos da educação infantil – Berçário - à graduação. Para auxiliar as famílias, também disponibiliza o período integral, e nele, as crianças contam com uma diversa gama de atividades, acompanhadas por profissionais capacitados.

CSFX Fachada2015Foto: Divulgação
 

Segundo a superintendente do Colégio São Francisco Xavier, Solange Liége dos Santos Prado, o CSFX é sinônimo de respeito, acolhida, sinergia, empatia e dedicação. “Somos uma grande família. A história da nossa escola vem sendo construída com o apoio da Fundação São Francisco Xavier, braço social da Usiminas, e a participação de professores, alunos, equipe administrativa, famílias e sociedade. A relevância do Colégio para o Vale do Aço atravessa décadas e atinge, com muita jovialidade e dinamismo, um novo milênio”, destaca. Dentre as novidades realizadas somente no último ano, a superintendente aponta a implantação da disciplina de Mind Makers, as salas invertidas projetadas para atender às metodologias ativas, o programa bilíngue, a revitalização dos laboratórios de anatomia, física, ciências, biologia e química, além do credenciamento pelo Ministério da Educação do curso superior de Enfermagem, o primeiro da Faculdade São Francisco Xavier.

A evolução da educação tem se mostrado fundamental no momento complexo pelo qual o Brasil e diversos outros países estão passando. “O mundo digital já era parte do nosso sistema e, certamente, ganhará ainda mais importância no futuro. A crise trazida pelo novo Coronavírus trouxe mudanças bruscas, mas que estamos enfrentando com o empenho da equipe e o diálogo transparente com as famílias de nossos alunos”, conclui Solange.