Ipatinga

esportes

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Presidente do Cruzeiro reunirá com grandes empresários cruzeirenses para debater projeto clube-empresa

    O projeto foi aprovado no Senado na semana passada e seu próximo passo é aprovação na Câmara dos Deputados

    Por Plox

    16/06/2021 11h37 - Atualizado há 3 meses

    O Cruzeiro, por meio de seu presidente, Sérgio Santos Rodrigues, e diretores, irá se reunir na próxima semana com grandes empresários cruzeirenses para debater a aplicação do projeto clube-empresa. A diretoria celeste entende que este projeto é primordial para tirar o clube da difícil situação financeira que se encontra.

    O Projeto de Lei 5516/2019 foi aprovado na última quinta-feira (10) no Senado Federal. O texto vai agora para votação na Câmara dos Deputados. O projeto é de autoria do senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG).

    O Cruzeiro Esporte Clube tem acelerado cada vez mais as discussões a respeito do projeto clube-empresa, tido pela gestão atual como um de seus projetos prioritários para que a instituição se recupere dos graves danos financeiros e institucionais causados por administrações anteriores.

    Desde outubro de 2020, quando foi criado um grupo de estudos interno, o Clube tem discutido e debatido ideias com empresários e parlamentares. O presidente Sérgio Santos Rodrigues chegou a se reunir diversas vezes com Carlos Portinho, relator do Projeto de Lei 5516/2019, que é de autoria do mineiro Rodrigo Pacheco, presidente do Senado.

    O projeto propõe a regulamentação da Sociedade Anônima de Futebol (SAF) e foi aprovado no Senado Federal semana passada. Agora, seguirá para apreciação da Câmara dos Deputados.

    Foto: Divulgação


    Linha do tempo

    Em outubro do ano passado, o Cruzeiro instalou um grupo de estudos interno para analisar todas as vertentes do projeto, liderado por Sandro Gonzalez, renomado empresário do setor de transportes e logísticas, e considerado um dos principais executivos do ramo no país.

    Desde fevereiro, o Cruzeiro conta com o apoio da EY (antiga Ernst & Young), uma das maiores empresas de Auditoria, Consultoria, Impostos, Estratégia e Transações do mundo, para discutir as diretrizes de implementação do projeto.

    Há algumas semanas, também está trabalhando junto ao Clube em diversas frentes, entre elas a do projeto clube-empresa, a Alvarez & Marsal, empresa líder mundial em serviços profissionais, especializada em aprimoramento de desempenho de negócios e gestão de recuperação operacional e financeira de grandes empresas.

    “O projeto clube-empresa sempre foi algo que tratamos com muita responsabilidade e profissionalismo aqui no Cruzeiro. É um assunto discutido desde 2020 e que, aos poucos, foi tomando forma cada vez mais concreta. Corremos atrás de grandes empresas, como a EY e a Alvarez & Marsal, nos reunimos com empresários, representantes do judiciário e parlamentares. Sempre falei abertamente deste assunto com o Pedrinho, Régis Campos e com o Vittorio Medioli. Nesta semana, já fiz contato com o Aquiles Diniz e a conversa foi muito proveitosa. O Cruzeiro está de portas abertas para quem quer entender melhor o trabalho que vem sendo desenhado por diversos profissionais de grande gabarito e reconhecidos no mercado. Há tempos, temos a convicção de que a implementação do clube-empresa é a melhor saída para o Clube se recuperar de forma mais ágil, segura e eficiente”, destacou o presidente Sérgio Santos Rodrigues.

    Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

     

    Reunião com empresários na próxima semana
    Na próxima segunda-feira, dia 21 de junho, o presidente Sérgio Santos Rodrigues, Sandro Gonzalez e a cúpula cinco estrelas promoverão uma reunião com grandes empresários cruzeirenses, para que o assunto seja debatido de forma ainda mais ampla e coletiva.

    O encontro servirá para que os convidados tenham noção do trabalho realizado pelo Clube nos últimos meses, em parceria com a EY, e também com a análise da Alvarez & Marsal.

    Nomes como Pedro Lourenço, Vittorio Medioli, Aquiles Diniz e Régis Campos estão entre os convidados pelo Cruzeiro para participarem da reunião.

    Estudo de mercado da EY

    Segundo estudo da EY sobre o modelo de negócio, nas últimas duas décadas, o cenário internacional mostra que os clubes-empresas tiveram aumento significativo em suas receitas. Se nos anos 1990 esse valor chegava a pouco mais de 600 milhões de euros, hoje varia entre 1.9 bilhões e 5.8 bilhões.

    O estudo aponta que, na primeira divisão das cinco maiores ligas do futebol europeu, 92% dos clubes são empresas, enquanto na segunda divisão esse percentual é de 96%.

    Com exceção da Inglaterra, os proprietários dos clubes são predominantemente empresários nacionais – 58% com alguma ligação pessoal com o clube ou são empresários da região –, enquanto 33% dos clubes que constituídos como empresas são controlados por estrangeiros, sendo 44% investidores americanos ou chineses.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]