Autoridades investigam morte misteriosa de universitário brasileiro na China

16/07/2019 08:00

Instituto de Letras da UFRGS se solidarizou com a família do universitário

Publicidade

Um estudante brasileiro foi encontrado morto em Pequim (China) nessa segunda-feira, 15 de julho. Leonardo Cláudio da Rosa fazia o curso de Letras na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O Itamaraty informou que as autoridades brasileiras estão em contato com os investigadores chineses para esclarecimentos sobre a causa da morte.

Leonardo teve a morte confirmada pela universidade e pelo Itamaray nesta segunda-feira (15) — Foto: Gustavo Diehl/UFRGS

Leonardo era estudante de Letras e fazia intercâmbio na China- Foto: UFRGS

Conforme relataram colegas, há suspeita de que tenha ocorrido um crime, porém, a Embaixada Brasileira na China, disse que ainda não informações sobre o caso. O brasileiro estava na China estudando polilinguística e tinha a intenção de ajudar a implantar um curso de mandarim na universidade. O Instituto de Letras da UFRGS se solidarizou com a família do universitário e disse que fará o que estiver ao alcance "para que as autoridades brasileiras busquem junto ao governo chinês o esclarecimento cabal dessa incompreensível tragédia". Leonardo estava em intercâmbio no país asiático desde 2018 e estava previsto que ele voltasse nos próximos meses este ano para o Brasil.

A UFRGS ainda não tem informações sobre o caso e o acompanha junto ao Ministério das Relações Exteriores e à Embaixada Brasileira da China. Não há informações do dia exato e das circunstâncias da morte do brasileiro "A Relinter e os órgãos superiores da Universidade estão acompanhando a situação junto com a família de Leonardo, o Ministério das Relações Exteriores e a Embaixada brasileira na China, a fim de providenciar o translado do corpo e determinar as circunstâncias da morte", informou em comunicado. 

twitter

Foto: Reprodução/Facebook

Atualizada às 9h36

 



Publicidade