Disparo acidental de arma de fogo mata homem em Minas

A dono da arma que a princípio fugiu do local, acabou se apresentando e entregando o revólver para a polícia

Por Plox

16/07/2021 16h17 - Atualizado há quase 3 anos

Na tarde dessa quinta-feira (15), um homem, de 39 anos, recebeu um disparo de arma de fogo, de forma acidental, foi socorrido e morreu logo em seguida.  O caso foi registrado na região do Córrego Capetinga, zona rural de São Pedro do Suaçuí, em Minas Gerais.

A vítima é Nivaldo Aparecido da Silva, de 39 anos. De acordo com as informações repassadas pela PM, a própria vítima e as testemunhas contaram que o disparo foi acidental. 

Durante atendimento médico, Nivaldo relatou que o amigo dele chegou na fazenda, e mostrou um revólver calibre 22. A vítima ainda contou que eles efetuaram alguns disparos em uma tábua, e no momento em que o amigo pegava o revólver, ela disparou e ele foi atingido na barriga.

Nivaldo foi socorrido e levado para o hospital da cidade de Peçanha, onde acabou morrendo. A dono da arma que a princípio fugiu do local, acabou se apresentando e entregando o revólver para a polícia.

"Golpe do produto vencido": mulher escondia produtos em mercados para trocá-los de graça depois do vencimento

Um mandado de de busca e apreensão foi cumprido na última quarta-feira (14), na casa de uma mulher que escondia produtos em mercados para trocá-los de graça depois do vencimento. Ele foi indiciada, diversos produtos foram encontrados na casa dela em Lins-SP.

De acordo com a Polícia Civil, a mulher ia acompanhada da filha menor de idade em um mercado, escondia os produtos que estavam prestes a vencer e voltava dias depois. Com isso, ela pegava os produtos vencidos e passava no caixa para reclamar, vindo a conseguir trocar por outros iguais, dentro da validade, e ainda sair sem pagar.

Foto: Divulgação PCSP


As investigações também, apontaram que ela também adulterava a data de validade de alguns produtos para realizar a troca.

Destaques