Boatos apontam possível caso entre filha de Flordelis e pastor Anderson

16/08/2019 15:00

A informação tem como base o depoimento da mãe do pastor, Maria Edna à polícia

Publicidade

O caso da morte do pastor Anderson do Carmo, morto em junho deste ano, parece estar longe do fim. A mãe do religioso, Maria Edna do Carmo, disse que um fiel da igreja que a deputada Flordelis e Anderson pastoreavam chegou a perguntá-la se o filho estava se divorciando de Flordelis. Maria Edna relatou ainda que o mesmo fiel comentou com ela que Anderson teria um caso extra-conjugal com Simone dos Santos, filha biológica da deputada, fruto de um relacionamento anterior da pastora.

As revelações de Maria Edna foram dadas em oitiva na Polícia Civil. Conforme o depoimento da mãe de Anderson, ele e Simone já tiveram um relacionamento quando ela era adolescente, antes de namorar Flordelis. Maria Edna disse que pela diferença de idade de 16 anos, ela era contrária ao relacionamento do pastor, na época com 14 anos, com Flordelis.

Flordelis e Anderson Foto: Reprodução

Anderson era casado com a deputada e pastora Flordelis-Foto: Reprodução/Rede social

Ainda no depoimento, a nora começou a dizer que "o diabo havia entrado em sua família" durante as ministrações em sua igreja, desde o mês de abril deste ano. Além disso, ela não descarta que a deputada, o filho Flávio (que está preso acusado), Simone, e uma das filhas de Flordelis tenham envolvimento na morte do pastor. Um neto de Maria Edna havia dito que a mãe (Flordelis) colocava medicamentos no alimento de Anderson para matá-lo, é o que diz a polícia baseado no depoimento de Maria Edna em 24 de julho. O inquérito está na 3ª Vara Criminal de Niterói.

Atualizada às 15h50



Publicidade