Caixa tem sistema invadido por hackers um dia antes de saques do PIS

16/08/2019 07:04

O banco informou que "tomou as medidas necessárias para impedir a concretização de possíveis fraudes"

Publicidade

Os primeiros saques do PIS para nascidos em agosto iniciaram nessa quinta-feira, 15 de agosto. Mas exatamente na noite anterior, 14, a Caixa Econômica Federal, sofreu uma tentativa de hackeamento. Em comunicado, a instituição bancária informou que a invasão tinha a finalidade de ter acesso ao sistema que possui informações sobre cadastros dos cidadãos.

A Caixa informou que “tomou as medidas necessárias para impedir a concretização de possíveis fraudes e garantir a segurança dos dados dos cidadãos”. O sistema que guarda informações do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), no entanto, não sofreu tentativa de invasão. 

A Caixa reitera que as medidas para a segurança dos clientes foram reforçadas (foto: Wikimedia Commons )

Foto: Divulgação

Nota da Caixa:

“A CAIXA esclarece que identificou, na noite de 14 de agosto de 2019, tentativa de acesso indevido ao sistema corporativo que possui informações cadastrais de cidadãos e tomou as medidas necessias para impedir a concretização de possíveis fraudes e garantir a segurança dos dados dos cidadãos. Esclarece ainda que não foi identificada tentativa de acesso indevido aos sistemas que armazenam as informações do FGTS. A CAIXA utiliza as melhores práticas e ferramentas especializadas em segurança cibernética e atua constantemente na prevenção de eventuais ocorrências de fraudes, realizando monitoramento das operações e dos acessos aos sistemas que custodiam as informações dos seus clientes e dos cidadãos brasileiros que utilizam seus serviços".

Atualizada às 8h41



Publicidade