Minas Gerais terá 23 radares recolhidos pela Polícia Rodoviária Federal

16/08/2019 08:07

Decisão partiu do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e a medida foi publicada nessa quinta-feira, 15 de agosto

Publicidade

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) despachou a definição para que os gestores comecem a retirar os radares estáticos, móveis e portáteis. A medida vale até que o Ministério da Infraestrutura reavalie a regulamentação dos procedimentos de fiscalização de velocidade por meio eletrônico.

A decisão partiu do presidente Jair Bolsonaro (PSL) e a medida foi publicada nessa quinta-feira, 15 de agosto, no Diário Oficial da União (DOU). O recolhimento foi determinado pela diretor-geral da PRF, Adriano Marcos Furtado, que informou que o Ministério da Infraestrutura vai contar com o empenho do setor técnico da PRF no sentido de ajudar a reavaliar os procedimentos de fiscalização por meio de radares. 

radar

Foto: Agência Brasil

Em Minas Gerais há um total de 23 desses aparelhos móveis utilizados pela PRF. De janeiro até abril, os pardais registraram 71.885 veículos (carros, ônibus, moto etc) acima da velocidade nas rodovias federais mineiras. No Brasil, o total é de 186 radares que serão removidos. A medida será seguida também pela Polícia Militar Rodoviária (PMRv), onde a fiscalização é de responsabilidade do estado.

O Ministério da Infraestrutura informou que a Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que regula a fiscalização de velocidade, está em revisão no Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e deve passar por análise na próxima reunião realizada pelo Contran.

Atualizada às 9h31



Publicidade