Identificado o assaltante morto à tiros em confronto com policiais em Ipatinga

A polícia localizou a motocicleta roubada na residência do suspeito, onde também foram encontradas as vestimentas descritas pelas vítimas e um revólver cromado calibre .38.

Por Plox

17/02/2024 10h56 - Atualizado há 4 meses

Foi identificado o homem apontado como autor de vários crimes em Ipatinga, Minas Gerais. Ele morreu na noite dessa sexta-feira, 16 de fevereiro, após uma uma série de eventos violentos. Trata-se de Richardson Simon Vieira de Souza, de 27 anos, conhecido no meio policial como “Patolinha”. Richardson era considerado um indivíduo considerado de alta periculosidade, com mandado de prisão em aberto. Ele já praticava assaltos na região há vários anos. Antes do confronto que resultou em sua morte, ele teria praticado vários crimes, dentre eles, assalto a mão armada.

Foto: reprodução

Veja trecho de um dos processos do rapaz: “Cuida-se de recurso de APELAÇÃO interposto pelo réu RICHARDSON SIMON VIERIA DE SOUZA contra a r. sentença de fls. 238/253, que julgando procedente a ação penal, condenou-o pela prática do crime tipificado no art. 157, § 2°, incisos I e II, do Código Penal, à pena total de 6 (seis) anos e 5 (cinco) meses de reclusão em regime fechado, mais 15 (quinze) dias-multa, esses fixados à razão de 1/30 (um trigésimo) do salário mínimo. Além disso, a decisão primeva condenou o corréu Ahtos à pena de 5 (cinco) anos e 6 (seis) meses de reclusão em regime semiaberto, mais o pagamento de 13 (treze) dias-multa pela prática do mesmo crime”.

Os eventos que levaram à morte de Richardson começaram com um relato ao COPOM de um roubo em andamento na Avenida José Anatólio Barbosa, bairro Limoeiro, onde vítimas relataram a tentativa de assalto pelo suspeito a bordo de uma motocicleta XRE de cor branca. Após uma tentativa frustrada de roubo em frente ao estabelecimento "Royal Adega", Richardson prosseguiu para a Rua Cereja, onde abandonou a motocicleta com pneu furado e subtraiu outra motocicleta Honda XRE de cor preta, que possuía rastreador.

A polícia localizou a motocicleta roubada na residência do suspeito, onde também foram encontradas as vestimentas descritas pelas vítimas e um revólver cromado calibre .38. As vítimas identificaram Richardson como o autor dos crimes através das vestes e da arma apreendida.

 

Foto: reprodução

Na sequência, a polícia foi informada sobre a localização da motocicleta Honda XRE cinza, roubada de outra vítima, Gabriel Felix Cunha, que foi localizada via satélite. Durante a operação para capturar Richardson, as forças de segurança foram recebidas a tiros pelo suspeito, que estava escondido atrás de uma mureta no terraço de uma residência. Os policiais revidaram, e Richardson foi atingido, cessando a agressão.

Richardson foi socorrido e levado ao Hospital Márcio Cunha, onde foi atendido, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. A perícia técnica foi acionada, e no local do confronto, além da arma de fogo, foram encontrados uma capa de colete balístico com um celular roubado e pertences das vítimas.

Todos os materiais apreendidos foram encaminhados à DEPOL de plantão de Ipatinga para as providências necessárias.

Destaques