Morre ex-presidente do Egito durante depoimento em tribunal

17/06/2019 15:09

Após o desmaio, Morsi foi encaminhado a um hospital, mas não resistiu

Publicidade

Morreu nesta segunda-feira, 17 de junho, o ex-presidente do Egito, Mohamed Morsi, aos 67 anos. Ele estava em um tribunal e em cerca de 20 minutos de sessão sofreu um desmaio. Detido há seis anos, ele prestava depoimento ao juiz. Após o desmaio, Morsi foi encaminhado a um hospital, mas não resistiu. 
Mohamed Morsi, então presidente do Egito, discursa na Assembleia Geral da ONU, em 2012 — Foto: Reuters/Mike Segar

Mohamed Morsi morreu aos 67 anos com vários problemas de saúde- Foto: Divulgação


O ex-presidente foi o primeiro mandatário do Egito a ser eleito em regime democrático. Ele foi escolhido pelos eleitores em 2012 e sofreu um golpe em 2013, quando foi julgado por promover o terrorismo, por espionagem favorecendo o Irã e o Qatar, além do grupo terrorista Hamas.

Ele foi sentenciado a 45 anos de prisão por estimular a violência em 2012 contra grupos que se manifestavam no país, dentre outras acusações. Morsi era mantido em solitária por cerca de 23 horas diárias. Ele tinha diversos problemas de saúde, entre problemas nos rins e no fígado, além de ter diabetes. Segundo um comitê inglês, o político não recebia tratamento adequado.

Atualização 17h09



Publicidade