Segundo Anatel, algumas regiões do país podem ficar sem telefonia em 2020

17/08/2019 09:19

Agência estuda retirar a concessão que permite à empresa oferecer telefonia fixa em quase todos os estados do do país

Publicidade

Uma das maiores operadoras de telefonia do país, a Oi, enfrenta diversos problemas, que podem comprometer o futuro da empresa. Segundo o Jornal Estadão, pessoas do governo receberam um aviso de que, caso os executivos da empresa não consigam reverter o situação da mesma, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) poderá intervir na companhia.

Segundo a Anatel, se nada for feito pela empresa, o serviço de telefonia fixa da companhia seria inviabilizado, podendo deixar que algumas regiões do Brasil, não tenha o serviço de telefonia em 2020. Minas Gerais, que tem a Oi como uma das principais fornecedoras do serviço.

Caso a companhia não melhore seus resultados em curto prazo, uma das alternativas seria à Anatel retirar da empresa a Concessão que permite à operadora oferecer telefonia fixa em todos os estados do país, com exceção de São Paulo.

Os serviços de telefonia móvel e de banda larga são autorizações e a Anatel não pode interferir nem cassar o direito da empresa de oferecê-los. A agência pode interferir apenas no serviço de telefonia fixa.

oi-1Foto: divulgação/Oi

Ainda de acordo com o jornal, executivos da Oi devem ir a Brasília apresentar um plano de como vão manter a empresa e os serviços. O Jornal fala ainda que duas reuniões já foram realizadas na agência para discutir o assunto.

A Oi vem executando seu plano de recuperação judicial, aprovado em 2017 pelos credores para que a empresa, que acumulava dívida de R$ 65 bilhões, escapasse da falência, obtendo de seus credores, desconto na dívida e um prazo mais longo de pagamento.
 



Publicidade