CPM 22 anuncia saída de Japinha após polêmica envolvendo menor; fãs protestam

17/08/2020 16:13

Anúncio do desligamento do baterista da banda foi feito no Instagram da banda

A banda CPM 22 usou sua conta no Instagram nesta segunda-feira (17) para anunciar o desligamento do baterista Ricardo “Japinha”, que estava na banda desde 1999. Japinha já havia sido afastado anteriormente por uma polêmica envolvendo uma conversa com uma fã de 16 anos nas redes sociais. Fãs da banda protestaram contra a saída do músico em postagens da banda nas redes sociais. 

O texto em que a banda anuncia o desligamento de Japinha foi assinado pelo vocalista da banda, Fernando Bandaui, que afirmou que a conduta do baterista não condiz com o que a banda acredita e defende. 

Além da afirmação, Bandaui disse no texto que os integrantes foram “surpreendidos com o teor das questões” relacionadas ao baterista, em menção à conversa. 

cpm Foto: Divulgação

 

"Depois de sermos surpreendidos com o teor das questões relacionadas ao nosso baterista Ricardo Japinha, tentamos entender realmente o que significava isso tudo e chegamos à conclusão que esse tipo de conduta NÃO condiz com o que acreditamos e com o que a banda defende”, disse o vocalista no texto. 

Ainda no texto, Bandaui disse que o desligamento foi decidido “após uma conversa franca” entre os integrantes, “olho no olho”. 
“Nossas decisões sempre foram e sempre serão tomadas para o melhor da banda, como instituição. Todos cometemos erros, mas alguns, infelizmente comprometem uma relação”, disse Bandaui. 

Fãs protestam 

A postagem no Instagram da banda em que anuncia o desligamento do baterista teve os comentários desativados, mas a ação não impediu que fãs da banda contrários à decisão se manifestassem. 

Em outras postagens na rede social, fãs do CPM 22 deixaram comentários dizendo que a pessoa responsável pela gestão da mídia da banda estava “deletando comentários com posições contrárias às tomadas pela banda”. Outros chegaram a dizer que o baterista havia “sofrido uma injustiça por parte da banda, que ele dedicou 21 anos de sua vida”.