Plano de redução de preços das passagens aéreas deve ser apresentado em 7 dias, anuncia ministro

Ministro Silvio Costa, dos Portos e Aeroportos, se reuniu com representantes das companhias e da Anac

Por Plox

17/11/2023 17h26 - Atualizado há 6 meses

O ministro de Portos e Aeroportos, Silvio Costa Filho, anunciou que empresas aéreas brasileiras, incluindo Latam, Azul, Gol e VoePass, apresentarão em até 10 dias um plano voltado para a redução no custo das passagens aéreas. A declaração ocorreu após uma reunião entre Costa Filho, representantes das companhias, da Associação Brasileira das Empresas Aéreas e da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). O ministro destacou a necessidade de refletir a queda de 18,7% no preço do querosene de aviação, que compõe cerca de 40% dos custos do setor, nas tarifas aéreas.

 

Costa Filho mencionou que, embora o aumento no preço das passagens seja um fenômeno global, não se pode aceitar aumentos abusivos que prejudicam a população brasileira. Ele também observou as dificuldades enfrentadas pelas companhias aéreas durante a pandemia de covid-19, como problemas de caixa e altos custos jurídicos.

Voa Brasil: passagens acessíveis para aposentados e bolsistas
Além da discussão sobre a redução dos preços das passagens, o ministro Costa Filho apresentou ao ministro da Casa Civil, Rui Costa, o projeto “Voa Brasil”. Esta iniciativa visa ofertar passagens a preços mais baixos para aposentados e bolsistas do Prouni, com o custo de R$ 200 mais taxas por trecho. Este projeto faz parte dos esforços do governo para tornar o transporte aéreo mais acessível à população brasileira.
 

Destaques