Calcule e veja qual sua nota no ENEM

Em Linguagens é onde o aluno tem as menores notas totais para o mesmo número de acertos do que nas outras três provas objetivas.

Por Plox

18/01/2021 23h06 - Atualizado há cerca de 1 mês

Uma análise do especialista em ENEM Mateus Prado e da AIO Educação e a calculadora de notas da TRIEduc ajudam você a fazer uma previsão de qual vai ser sua nota no ENEM. 

Nos gráficos apresentados por Mateus Prado e por Murilo Vasconcelos, Diretor de Tecnologia da AIO Educação, vemos a representação do número de acertos e as várias notas que o mesmo número de acertos tiveram no ENEM de 2019. 

Como o ENEM não dá nota para o total de acertos mas sim a uma correlação entre acertos e a coerência deste acertos, dois ou mais alunos com o mesmo número de acertos dificilmente vão ter as mesmas notas. Só ficam com as mesmas notas se os dois acertarem exatamente as mesmas questões. Para 45 acertos, aí só tem um resultado: que é a mesma nota. Para 44 acertos temos 45 caminhos diferentes, errar qualquer uma das 45, aí tem 45 notas diferentes. Tem 300 bilhões de combinações, de caminhos, todos diferentes de se acertar 30 questões. Em tese 300 bilhões de notas diferentes para 30 acertos, algumas mais coerentes e outras menos, a melhor nota e melhor caminho para 30 acertos é acertar somente as 30 mais fáceis, mais isto dificilmente acontece. Geralmente quem acertaria as 30 mais fáceis também acerta uma ou outra ao acaso. como curiosidade, para acertar 20 questões existem 3 trilhões diferentes de caminhos.

Foto: Agência Brasil

 

Murilo Vasconcelos explica que “"estes gráficos ajudam bastante a entender o resultado pela TRI. Como se observa, a parte esquerda dos gráficos possui uma dispersão muito maior que a parte direita. Isto é explicado pela coerência (ou falta de) das respostas desses alunos. Alunos que acertaram poucas questões podem ser muito penalizados pela TRI, especialmente quando acertam um número muito grande de questões difíceis entre elas, por conta da falta de coerência no padrão de respostas. Já a parte direita do gráfico é quase linear, tendo em vista que alunos que acertam muitas questões tendem a possuir um padrão de respostas mais lógico."

Se guiar pelos gráficos apresentados, que tem como base uma amostra de 1,5 milhão de alunos que fizeram o ENEM de 2019, ajuda o aluno e as escolas a terem uma referência de qual vai ser mais ou menos a nota no ENEM 2020 e também a saber qual seria mais ou menos as notas em provas anteriores do ENEM após fazê-las. de um ano para o outro varia pouco as várias notas possíveis para cada número de acertos.

Calculadora de Nota - ENEM

A TRIEduc está oferecendo para os candidatos ao Enem 2021 uma calculadora de nota no site Sua Nota do Enem. Na calculadora o aluno coloca como que ele preencheu o gabarito do ENEM 2020 e aí ela simula a nota. Para isto, a TRIEduc utiliza os microdados do ENEM de 2017 a 2019 e os extrapola para chegar a nota próxima da que o aluno terá quando saírem as notas do ENEM. No ENEM a nota é dada pelo caminho (constructo) e não pelo número de acertos.

Diego Camacho, Diretor de Dados da empresa, destaca que "com a TRI, a nota do aluno não representa um desempenho individual absoluto, mas sim a posição que ele ocupou na escala onde todos os demais participantes também são incluídos. Essas escalas são como uma reta numérica, em que os números representam posições. Para construi-las, a cada edição do Enem a dificuldade das questões é equalizada com a escala de proficiência padronizada do exame, o que faz com que os resultados possam ser comparáveis ano a ano, mesmo com a aplicação de provas diferentes em públicos distintos". Os dados coletados na geração de notas para os alunos poderão a ser utilizados na pesquisa.

O Educador Mateus Prado, especialista em ENEM, explica que a análise é importante para que a sociedade entenda melhor os dados do ENEM . Para ele “os alunos e as escolas precisam entender que pesquisas como estas não podem ter como intenção só mostrar que acertar o que é mais fácil dá mais coerência à prova e aumenta a nota para o mesmo número de acertos. É preciso a partir delas entenderem a trilha de conhecimento de cada um. Individualizar onde que é que cada aluno e que cada escola têm dificuldades em responder as questões do ENEM. Partindo daí todos precisam entender que cada pessoa e que cada sala de aula do país, e também dos diferentes cursinhos, tem que ter um plano de estudos diferente. Para que o aluno se saia bem na prova é importante não trabalhar de novo as habilidades que os alunos já possuem e nem focar de cara em conteúdos que são muito difíceis para cada aluno/sala. Tem que deixar bem consolidados os conhecimentos que devem ser aprendidos anteriormente aos de maiores dificuldades. Só isto aumenta muito o resultado de cada aluno e de cada escola. Ajuda na nota e ajuda na formação pessoal do aluno. Com os micro dados dados do ENEM em mãos e com inteligência isto é bem tranquilo de se fazer".

PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021