Criança viaja de avião de Curitiba a São Paulo sem passagem aérea

18/04/2019 16:09

Companhia aérea disse que entrou em contato com responsáveis e que providenciou o retorno imediato dele de Congonhas para Curitiba

Publicidade

Uma criança embarcou sozinha e sem a passagem aérea no Aeroporto Internacional Afonso Pena em São José dos Pinhais, em Curitiba, na última segunda-feira, 15 de abril. A idade da criança não foi informada pela Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), que, porém, confirmou em nota que ela entrou no avião "sem a documentação necessária".


O ocorrido é ‘gravíssimo’, na visão da promotora Tarcila Santos Teixeira, da Promotoria de Justiça de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos de Curitiba. Ela afirmou será investigado o que aconteceu, mas adiantou a falha da Latam e da empresa que administra o aeroporto, já que o menor de idade passou pela primeira fiscalização e depois no embarque, onde a fiscalização é feita pela administração do aeroporto, entrando na aeronave da empresa aérea. “Então, foram duas passagens que essa criança efetuou de forma clandestina. É muito grave", declarou.  

 Aeroporto Afonso Pena fica na Região Metropolitana de Curitiba — Foto: Divulgação/Infraero

Aeroporto Internacional Afonso Pena em São José dos Pinhais, em Curitiba - Foto: Divulgação/Infraero

O voo era da Latam, que esclareceu ter contatado os responsáveis pelo menor de idade. A companhia aérea tomou as medidas para que a criança retornasse do Aeroporto de São Paulo/Congonhas para o aeroporto de origem. Sem dar detalhes, a Infraero e a Latam disseram que houve falha no processo de checagem, o que permitiu o voo da criança sozinha. Não houve nenhum registro nem na Polícia Federal no aeroporto, nem mesmo na Polícia Civil.

 Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou que nenhuma criança ou adolescente menor de 16 anos pode viajar desacompanhado dos pais ou de responsáveis em voos nacionais sem a autorização expedida por um juiz.

Atualizada às 16h46



Publicidade