Polícia Civil e MPRJ fazem buscas na casa da deputada Flordelis

18/06/2019 23:08

A linha de investigação principal é de vingança em decorrência de um caso extraconjugal de Anderson Carmo

Publicidade

Nessa terça-feira (18), a Polícia Civil e o MP-RJ (Ministério Público Estadual do Rio de Janeiro) cumpriram mandados de busca e apreensão na casa da deputada Flordelis, em Niterói.

A ação ocorreu após o filho adotivo, de 18 anos, ter admitido que participou do assassinato do pai, o pastor Anderson do Carmo. Foram apreendidos pelas autoridades telefones celulares e outros aparelhos eletrônicos de todos que moram na residência.

Segundo informações da Record TV Rio, durante a confissão o rapaz teria dito que o mandante do crime foi o irmão mais velho, de 38 anos. A linha de investigação principal é de vingança em decorrência de um caso extraconjugal de Anderson Carmo.

Um assessor da deputada Flordelis disse à reportagem do RJ2 que a família não acredita na participação dos filhos no assassinato do pastor.

Atualizado às 7h59.



Publicidade