Minas Gerais: amigos se encontram na balada, resolvem ir para praia e morrem em acidente

O carro que eles estavam colidiu com outros dois automóveis e cinco pessoas ficaram feridas

Por Plox

18/07/2022 08h34 - Atualizado há mais de 1 ano

Um grave acidente foi registrado no último sábado (16), na rodovia MGC-418, em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, em Minas Gerais. Um carro, no qual estavam amigos que seguiam para a praia, teria invadido a contramão e colidido com outros dois automóveis. Os amigos teriam se encontrado em uma balada e decidido viajar de manhã. Os dois morreram e cinco pessoas ficaram feridas

Segundo informações do jornal Diário de Teófilo Otoni, os casais teriam se encontrado em uma casa de shows da cidade, entre a noite de sexta-feira (15) e a madrugada de sábado,  e decidido ir para uma praia, no Sul da Bahia, pela MGC-418, mais conhecida como “Estrada do Boi”.

Trânsito na rodovia foi paralisado por conta do acidente. Foto: Galvão/ Plox

 

Os casais estavam em Chevrolet Prisma e colidiu com outros dois veículos, sendo um Volkswagen Saveiro e um Nissan Kicks. Conforme os relatos do condutor da Saveiro, que não se feriu, o Prisma invadiu a contramão, colidindo lateralmente na pick-up e, em seguida, colidiu no Nissan Kicks.

Conforme as informações dos policiais, o condutor do Kicks confirmou o relato do motorista da Saveiro. No Nissan, o motorista sofreu fraturas na perna esquerda e na região pélvica e as duas passageiras, sendo uma delas gestante, tiveram escoriações leves. Os três foram encaminhados ao hospital Santa Rosália (HSR), em Teófilo Otoni.

Já no Prisma, Rony Millard Gomes, de 24 Anos, que conduzia o veículo, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Jhonatan de Jesus Andrade, de 23 Anos, foi socorrido em estado grave, porém, não resistiu aos ferimentos e morreu após dar entrada no Hospital Santa Rosália.

Prisma, ficou praticamente destruído. Foto: Galvão/ Plox

 

De acordo com o jornal, uma das passageiras, de 18 anos, que seria namorada de Jhonatan, foi socorrida desacordada e segue em estado grave no HSR. Uma mulher, que seria namorada de Rony, sofreu escoriações e também foi encaminhada ao HSR, porém, não corre risco de vida.

Em informações divulgadas pela Polícia Militar, durante consulta no sistema, os militares constataram que Rony Millard era habilitado apenas na categoria “A” (motocicleta) e a Carteira Nacional de Habilitação estava vencida há mais de um ano.

A perícia da Polícia Civil realizou os trabalhos de praxe e vai investigar quais as causas do acidente. 
 

Destaques