Bolsonaro se defende de ataques contra a reputação da esposa Michelle

18/08/2019 12:43

Membros da família da primeira dama tiveram passado criminoso

Publicidade

O presidente Jair Bolsonaro, confirmou que são verídicas as informações que mostram que vários parentes da primeira dama, Michelle Bolsonaro, já tiveram problemas com a justiça. Entre seus entes mais próximos estão a avó de Michelle, que foi presa há cerca de 20 anos por tráfico de drogas, a mãe, que foi acusada de falsidade ideológica e dois tios, que também teriam questões com a polícia.

De acordo com o marido Bolsonaro, a família grande e vinda de uma região pobre de Brasília ajuda a explicar o passado problemático da família de Michelle, mas acredita haver uma perseguição contra a esposa. “Quem ganha com isso? Para que esculachar a minha esposa, dizer que ela não tem legitimidade para fazer o trabalho social que ela faz? Ela está abatida, arrasada, para que isso?”, desabafa. 

A avó de Michelle, Maria Aparecida Firmino, ficou dois dias internada no corredor de um hospital público em Brasília e o presidente foi criticado por não ter usado sua autoridade executiva para resolver o problema. “Deixo bem claro, não tem SUS da família Bolsonaro e SUS do povo. O SUS é igual e ponto final. O que eu puder fazer para ajudar, a gente ajuda, mas eu não vou ligar para um diretor de hospital e pedir para ele dar o tratamento, passar na frente a avó da Michelle. Não vou fazer isso, é decisão minha e ponto final. Não tem privilégio para nós”, declarou.

Reprodução

Nas redes sociais, seguidores de Bolsonaro defendem a primeira dama e acreditam que ela está passando por um assassinato de reputação exercido por setores da mídia. 

Reprodução
ReproduçãoReprodução



Publicidade