Saiba curiosidades de ‘A Menina que Matou os Pais’, filme que retrata história do crime aos Von Richthofen

18/09/2019 14:27

A produção é focada na história real do julgamento de Suzane Von Richthofen e Daniel Cravinhos

Publicidade

Estrelado pela atriz Carla Diaz, o filme ‘A Menina que Matou os Pais‘, que está em produção, revoltou muitas pessoas, que acharam um absurdo reproduzir para as telas dos cinemas uma história tão macabra. 

De acordo com o site especializado em cinema, Cinepop, o filme estreará em 2020 e terá como base a história verdadeira do julgamento de Suzane Von Richthofen, Daniel e Cristian Cravinhos. Para quem não se lembra, Daniel namorava Suzane, que tramou o assassinato dos pais. Os executores do crime foram os irmãos Cravinhos, que mataram o casal a marretadas enquanto eles dormiam. A motivação do crime foi uma herança estimada em R$ 11 milhões (valores atualizados) e o assassinato chocou os brasileiros.

Reprodução

Suzane cumpre pena na penitenciária do Tremembé- Foto: Divulgação

Mas a produção que retratará o caso traz curiosidades que muitas pessoas querem saber. Quem será Suzane é a atriz Carla Diaz, já Leonardo Bitencourt será Daniel Cravinhos e quem interpretará Cristian, será o ator Allan Souza. A direção é de Maurício Eça.

O longa metragem é uma adaptação para o cinema da história verídica, se baseando em depoimentos dos envolvidos, que estão nos autos do processo, aos quais os roteiristas, o produtor e o diretor tiveram acesso.

Outra curiosidade é que nenhum dos três (Suzane e os irmãos) serão pagos pelos direitos autorais, pela renda dos ingressos vendidos ou pelos produtores do filme, pois o caso é público e leva em consideração os autos processuais. Eles também não têm nenhum tipo de contato com os atores do filme.

Segundo o Cinepop, a obra cinematográfica não tem nenhum investimento público, como Lei Rounat ou outros, sendo feito com total investimento privado. Por fim, a casa da coautora do filme,  Ilana Casoy, foi local para toda a equipe e os atores treinarem, já que na ocasião do crime, ela acompanhou todo o inquérito e a reconstituição e julgamento dos três.
 

Atualizada 15h30



Publicidade