Sem Neymar, PSG encara Real Madrid em casa

18/09/2019 13:07

Publicidade

O futebol das estrelas volta com tudo nesta quarta-feira (18). Oito partidas dão continuidade à primeira rodada da fase de grupos com direito a duelo pesado desde o início.

Na França, o Paris Saint Germain recebe o Real Madrid para abrir a sequência de jogos do grupo A, é mole? O time francês não poderá contar com suas três principais estrelas na estreia do campeonato, que é obsessão de dirigentes e torcida. Mbappé e Cavani estão machucados, enquanto o brasileiro Neymar está cumprindo suspensão por ter ofendido a arbitragem na última temporada, após a eliminação do PSG diante do Manchester United. 

Reprodução PSGidentificação-video

Já o adversário dos franceses, o Real Madrid, está em reformulação e com uma verdadeira tropa de brasileiros. Além dos veteranos Marcelo e Casemiro, o time espanhol contará com o zagueiro Éder Militão, contratado para esta temporada, e os jovens atacantes Vinicius Junior e Rodrygo. Promessa de jogo quente.

Outro jogo que promete pegar fogo será entre Juventus e Atlético de Madrid. A estreia marca o encontro de duas gerações de portugueses, a promessa João Félix, que joga pelo Atlético, e o já consagrado Cristiano Ronaldo, principal jogador da Juve.

Na edição do ano passado as duas equipes se encontraram nas oitavas de final e sobraram polêmicas. Depois de sair perdendo no primeiro jogo, a equipe italiana conseguiu a classificação com show de Cristiano Ronaldo, que revidou as provações feitas pelo técnico do Atlético, Diego Simeone ao fim da primeira partida. É história antiga que ganha mais um capítulo.

Os dois compromissos acontecem às quatro da tarde, horário de Brasília.

Nesta terça (18), a bola rolou em compromissos que começaram com tudo, mas com resultados inesperados. O Napoli não deu mole e jogando em casa, venceu o atual campeão, Liverpool, por dois a zero.

Na Alemanha, Borussia Dortmund e Barcelona empataram em zero a zero. Mas, se engana quem acha que o jogo foi morno. Ter Stegen defendeu um pênalti cobrado por Marco Reus e segurou o empate. Messi entrou aos 14 do segundo tempo, retornando de lesão, e mostrou que ainda está sem ritmo de jogo.



Publicidade