População atingida por tragédia da Vale poderá opinar sobre uso de R$ 3,4 bi de acordo

Consulta pública ocorrerá entre os dias 5 e 12 de novembro. Ao todo, cidadãos de 25 municípios têm direito de participação

Por Plox

18/10/2021 19h14 - Atualizado há mais de 2 anos

Moradores de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e de municípios considerados atingidos pelo rompimento da barragem da Vale poderão participar de uma consulta pública para definição da destinação de parte do recurso referente ao acordo de reparação firmado entre a mineradora e o governo mineiro.

De acordo com o Estado, o processo será feito entre os dias 5 e 12 de novembro. Ao todo, dos mais de R$ 37 bilhões do acordo, R$ 2,5 bilhões serão voltados aos 25 municípios atingidos da Bacia do Paraopeba.

Rompimento de barragem matou 270 pessoas. Foto: reprodução/ redes sociais

 

Além disso, outro R$ 1,5 bilhão será exclusivo para Brumadinho, totalizando R$ 4 bilhões. Os moradores das 25 cidades poderão participar de consulta para definir o uso de 85% do valor total, ou seja, R$ 3,4 bilhões. Por fim, os 15% restantes serão usados em projetos de resposta rápida.

A consulta deverá ser feita pelo aplicativo MG App ou pelo portal do Cidadão MG. Quem não tiver internet, poderá ir a um dos pontos de apoio, que serão criados nos municípios (veja os endereços aqui).

As cidades consideradas atingidas são Abaeté, Betim, Biquinhas, Brumadinho, Caetanópolis, Curvelo, Esmeraldas, Felixlândia, Florestal, Fortuna de Minas, Igarapé, Juatuba, Maravilhas, Mário Campos, Mateus Leme, Morada Nova de Minas, Paineiras, Papagaios, Pará de Minas, Paraopeba, Pequi, Pompéu, São Gonçalo do Abaeté, São Joaquim de Bicas, São José de Varginha e Três Marias.

Destaques