Fiat Chrysler e Peugeot se juntam para formar 4ª maior fabricante de automóveis do mundo

18/12/2019 08:08

A indústria automotiva é um dos setores que mais movimentam a economia mundial

Um comunicado conjunto das montadoras Peugeot e Fiat Chrysler informa que as companhias firmaram um acordo de fusão, assinado nesta quarta-feira (18). Com isso, o novo conglomerado se torna a quarta maior montadora do mundo.

Em declarações feitas à imprensa europeia, o português Carlos Tavares, que comandará a nova montadora, disse que o nome dela ainda não foi definido.

A fusão, que deve envolver cerca de US$ 50 bilhões, busca a preparação para enfrentar os grandes desafios da indústria mundial de automóveis, que tem sua demanda diminuída e sinalizações de que os usuários querem carros que não populam o meio ambiente.

A chinesa Dongfeng Motor, que hoje tem 12,2% de participação na PSA, terá sua fatia reduzida a cerca de 4,5% dentro do grupo. 
 
O novo conglomerado ficará atrás apenas das montadoras Volkswagen, Toyota e da aliança Renault-Nissan. Espera se que as vendas totalizem aproximadamente 9 milhões automóveis por ano. 

A gigante permanecerá detendo as marcas Alfa Romeo, Dodge, Ram, Chrysler, Fiat, Jeep,   Maserati, Peugeot, DS, Opel e Vauxhall. A nova companhia, portanto, tem perfume para atender desde os veículos em larga escala, passando pelos carros premium, até os caminhões e utilitários leves.

A indústria automotiva é um dos setores que mais movimentam a economia mundial.