Câmara poderá votar a prorrogação do auxílio emergencial nesta sexta (18)

Além da extensão do auxílio, na MP foi incluída a previsão de pagamento do 13º para beneficiários do Bolsa Família

Por Plox

18/12/2020 15h14 - Atualizado há mais de 3 anos

Rodrigo Maia, presidente da Câmara de Deputados, colocou nas pautas do plenário desta sexta-feira (18), a votação da Medida Provisória (MP) 1000/20, que prorroga o auxílio emergencial até março de 2021.

Além da extensão do auxílio, na MP foi incluída a previsão de pagamento do 13º para beneficiários do Bolsa Família. A informação foi divulgada pelo portal UOL.

Possivelmente, a MP deverá ser votada apenas na próxima semana. A MP poderá gerar um rombo de R$ 8 bilhões para o Governo Federal.

Segundo informações, Rodrigo Maia articulou com o relator da MP, deputado Marcelo Aro (PHS-MG), que o 13º do Bolsa Família fosse incluído no texto. A inclusão ocorreu justamente um dia depois de o presidente Jair Bolsonaro, afirmar em live, que o pagamento do 13º do Bolsa Família não seria pago, por culpa de Maia.

Em sua defesa, Maia afirmou que Bolsonaro seria mentiroso e que a a culpa não é dele. Veja ao vivo as pautas da Câmara.


 

Destaques