Ipatinga

acontece

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Sindicato decide manter estado de greve de funcionários da Saritur no Vale do Aço

    Ainda de acordo com o sindicato, a categoria vai avaliar a proposta enviada, mas até lá fica mantido o estado de greve e a mobilização dos rodoviários

    Por Plox

    19/05/2021 00h44 - Atualizado há cerca de 1 ano

    Na tarde desta terça-feira (18), em uma nova reunião o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes de Coronel Fabriciano (Sinttrocel), decidiu manter o estado de greve dos funcionários da Saritur. Mas uma proposta da empresa já foi enviada aos funcionários.

    Ainda de acordo com o sindicato, a categoria vai avaliar a proposta enviada, mas até lá fica mantido o estado de greve e a mobilização dos rodoviários.

    Ainda nesta semana, o sindicato enviou uma nota destacando as reivindicações da associação.  “Reposição salarial; vacinação contra o coronavírus já; pagamento das férias no primeiro dia do gozo; pagamento de todas as horas extras trabalhadas de abril de 2020 até abril de 2021; anotação integral das horas trabalhadas de todos os motoristas e cobradores; pagamento dos débitos de descontos em folha ao Sinttrocel; e não realização de cursos profissionalizantes Sest/Senat ou qualquer outro”, destaca a nota. 

     

    Foto: arquivo/Plox

     

    Ainda na reunião desta terça, ficou definido que na próxima quinta-feira (20) acontecerá uma nova reunião para analisar e deliberar sobre a proposta patronal.  Dessa vez, ela acontecerá no centro de Coronel Fabriciano, em dois horários: 9h30 e 15h30.  

    O Sinttrocel ainda disponibilizará transporte para os trabalhadores de Ipatinga saindo da unidade 2, às 9h e às 15h.

    Entenda

    O Sindicato dos Trabalhadores em Transportes de Coronel Fabriciano (Sinttrocel) divulgou em boletim uma possível greve, a partir da próxima quarta-feira (19), no transporte coletivo do Vale do Aço, caso a Saritur não responda às reivindicações da categoria. 

    As reivindicações foram destacadas em nota pelo sindicato: “reposição salarial; vacinação contra o coronavírus já; pagamento das férias no primeiro dia do gozo; pagamento de todas as horas extras trabalhadas de abril de 2020 até abril de 2021; anotação integral das horas trabalhadas de todos os motoristas e cobradores; pagamento dos débitos de descontos em folha ao Sinttrocel; e não realização de cursos profissionalizantes Sest/Senat ou qualquer outro”. 

    O diretor financeiro do Sinttrocel, o deputado Celinho do Sinttrocel, divulgou em nota que “está solicitando, em um prazo de 24 horas, a apresentação de um calendário emergencial que antecipe, garanta e atenda ao conjunto dos rodoviários do Vale do Aço. A não apresentação do calendário requisitado, no tempo solicitado, resultará numa Greve Geral Sanitária da categoria, a partir da zero hora da próxima quarta-feira, dia 19, até que se divulgue um calendário e inicie o processo de imunização da categoria e atendimento às demais reivindicações”, diz trecho da nota. 

    A Saritur se posicionou em nota dizendo que está em negociação. “A Saritur informa que está em negociação com o Sinttrocel e ainda está dentro do prazo para apresentar sua proposta. Diante do cenário de drástica queda no número de passageiros, que se mantém há mais de um ano, estamos certos da compreensão dos trabalhadores neste momento de incertezas que enfrentamos juntos. A Saritur valoriza seus colaboradores e está sempre aberta ao diálogo”, informou a empresa.

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]