Belo Horizonte: De Frio Histórico a Onda de Calor Intensa em Dois Anos

Em 19 de maio de 2022, termômetros marcavam 4,4ºC na capital; hoje, cidade enfrenta calor acima de 30ºC

Por Plox

19/05/2024 09h32 - Atualizado há cerca de 1 mês

Há exatos dois anos, em 19 de maio de 2022, Belo Horizonte registrava um dos dias mais frios de sua história, com os termômetros marcando 4,4ºC. Este foi o dia mais frio em 43 anos e a segunda menor temperatura desde o início dos registros históricos. Atualmente, a capital mineira vive uma onda de calor, com temperaturas superando os 30ºC, conforme alerta emitido pela Defesa Civil.

A mudança drástica nas condições climáticas é explicada por fenômenos meteorológicos distintos. Anete Fernandes, meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), esclarece essa variação. "Em 2022, estávamos sob o efeito de La Niña, que favorece a presença de massas de ar frio. Atualmente, estamos sob a influência de El Niño, que facilita a formação de bloqueios atmosféricos e impede o avanço de massas de ar frio. Esses são fenômenos climáticos de grande escala e de natureza oposta", explicou Fernandes.

Segundo a previsão do Inmet, a massa de ar quente e seco que domina Belo Horizonte pode estar chegando ao fim, ou pelo menos proporcionando um breve alívio. A partir da próxima quarta-feira (22 de maio) e quinta-feira (23 de maio), espera-se uma queda nas temperaturas, com variações entre 15ºC e 26ºC. A umidade do ar também deverá melhorar, subindo de 30% para 40%.

Pixabay

Mudanças Climáticas e Impacto Local

A alternância entre extremos climáticos, como o frio intenso de 2022 e o calor atual, destaca a variabilidade climática que afeta não apenas Belo Horizonte, mas diversas regiões do mundo. Esse cenário exige atenção constante das autoridades e adaptação da população às condições adversas.

Previsão para os Próximos Dias

Com a chegada de temperaturas mais amenas e aumento da umidade relativa do ar, os próximos dias prometem trazer um alívio temporário para os moradores de Belo Horizonte. É fundamental acompanhar as atualizações meteorológicas e seguir as recomendações das autoridades para enfrentar essas mudanças climáticas.

Destaques