Michelle Bolsonaro destaca importância do combate ao abuso sexual infantil durante Maio Laranja

Ex-primeira-dama utiliza redes sociais para promover conscientização sobre exploração sexual de crianças e adolescentes

Por Plox

19/05/2024 09h15 - Atualizado há 24 dias

Michelle Bolsonaro, ex-primeira-dama do Brasil e presidente nacional do PL Mulher, utilizou suas redes sociais neste sábado (18) para enfatizar a importância da campanha Maio Laranja, uma iniciativa dedicada a combater a exploração e o abuso sexual de crianças e adolescentes no país.

Michelle Bolsonaro fala sobre a campanha Maio Laranja Foto: Reprodução/Instagram Michelle Bolsonaro

A escolha da data para a publicação não foi aleatória. O dia 18 de maio é oficialmente reconhecido como o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil no Brasil, tornando-se um momento crucial para aumentar a conscientização sobre essa grave questão.

Michelle, que possui uma crescente popularidade no país, utiliza sua visibilidade para abordar um tema sensível que necessita de enfrentamento urgente. "Você sabia que mais da metade das crianças que sofrem abuso sexual no Brasil tem entre 1 e 5 anos de idade?" questionou Michelle em sua publicação.

Ela também destacou os impactos devastadores do abuso sexual na vida das vítimas. "A criança vítima dessa crueldade tem sua autoimagem destruída, tende a perder a confiança nas pessoas e possui grande chance de carregar um trauma psicológico profundo, que dificilmente será esquecido", afirmou.

"O abusador rouba da criança a alegria da vida e a esperança de um futuro melhor. Eles destroem a felicidade desses inocentes, ferem a dignidade do ser humano e arrasam famílias inteiras", advertiu Michelle, reforçando a necessidade de punição rigorosa para os criminosos e a ação conjunta de todos os cidadãos para combater essas práticas que destroem sonhos e subtraem o prazer de viver.

A campanha Maio Laranja busca mobilizar a sociedade para a proteção das crianças e adolescentes, promovendo a denúncia de abusos e a implementação de políticas públicas efetivas para prevenção e atendimento às vítimas.

Destaques