Se passando por servidores do Detran, estelionatários aplicam golpes afirmando eliminar multa de veículos

19/06/2019 08:54

As investigações seguem na Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos

Publicidade

Criminosos que fingem ser funcionários do Departamento de Trânsito (Detran-DF) são investigados pela Polícia Civil por supostamente aplicarem golpes, afirmando que vão retirar multas de veículos. Os golpistas se passam por diretores e agentes do departamento. As investigações seguem de maneira avançada na Delegacia Especial de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC). Estelionatários se passam por servidores do Detran e prometem retirar multas de carros (foto: Reprodução)

Conversa inicia como se fosse engano, mas quando a vítima demonstra interesse, acaba caindo no golpe- Foto: Reprodução


Segundo a delegacia, os suspeitos compram chips de telefone e o cadastram no CPF em nome de outras pessoas, aplicando o golpe contra vítimas de diversos estados. Inclusive, o ex-diretor-geral do órgão, Silvain Fonseca, foi uma das vítimas, pois a foto dele foi utilizada para dar respaldo aos fraudadores.  Os integrantes do esquema, que tem atuação desde 2017, mandam uma mensagem para qualquer telefone, dizendo que pendências do veículo e multas foram eliminadas e passa o valor. Se a pessoa demonstrar interesse, os criminosos pedem a placa e o número do Renavam.

Pelo site do Detran é possível verificar esses dados, mas a vítima imagina que o falsário está consultando o sistema do órgão. Assim que a pessoa paga pela metade do serviço, o golpista sai de cena e não estabelece nenhum contato. Muitas vítimas dos golpistas já foram até os postos do Detran para cobrar a eliminação das multas, mas percebem que foram lesados. 

Atualizada às 11h22


 



Publicidade