Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Homem é baleado dentro do carro em Timóteo

    Uma jovem disse aos policiais que o suspeito seria seu ex-companheiro que não aceitava o fim do relacionamento

    Por Plox

    19/06/2022 15h46 - Atualizado há 11 dias

    Um homem de 35 anos foi vítima de tentativa de homicídio na madrugada deste domingo (19) na rua Sete de Setembro, no Centro Sul, em Timóteo-MG. A vítima estava dentro do carro quando foi baleada na mão direita e canela esquerda. O homem conseguiu ir dirigindo até o hospital. Uma jovem disse aos militares que o suspeito dos disparos seria seu ex-companheiro que não aceitava o fim do relacionamento.

    A Polícia Militar foi acionada para comparecer ao Hospital Vital Brazil onde um homem tinha dado entrada com perfurações de arma de fogo. Ao chegar no local, a vítima disse aos policiais que estava numa lanchonete na praça 29 de abril, com várias pessoas, e quando resolveu ir embora, ao entrar em seu carro, que estava estacionado próximo ao semáforo da rua Sete de Setembro, foi surpreendido por indivíduo que começou a disparar em sua direção. Ele disse ainda que não soube dizer quem era e só se lembrava que estava de capacete.

    No momento dos disparos, o homem estava no carro com mais dois colegas que saíram correndo quando ouviram os barulhos. Assim que o motorista percebeu que os tiros haviam parado, ele acelerou o carro e foi ao hospital. No percurso, ao virar a esquina para acessar a avenida Acesita, ele avistou o autor dos disparos correndo a pé, com uma arma na mão. O homem relatou não saber quem poderia ser o autor.

    Enquanto os militares ainda estavam no hospital, uma jovem, de 21 anos, compareceu à unidade hospitalar e disse que tinha quase certeza que o suspeito seria seu ex-companheiro, pois eles haviam terminado a cerca de um mês, após um relacionamento de 10 anos. Contou ainda que o ex não estava aceitando o fim da relação e que fica a seguindo onde ela vai.

    Duas equipes policiais foram até a residência dos pais do suspeito, onde a testemunha disse que ele estava morando desde que saiu de sua casa, mas não havia ninguém.

    A perícia compareceu ao hospital para trabalhos de praxe no veículo Honda Civic preto, que estava com sete perfurações de arma de fogo, mas até então, não foi possível identificar o calibre.

    A vítima estava com uma perfuração causada por arma de fogo na mão direita e outra na canela esquerda. Logo após o atendimento hospitalar, o homem foi liberado.

    Durante a confecção do boletim de ocorrência, um homem compareceu ao quartel e pediu para manter sua identidade anônima. Ele relatou que viu o autor atirando e depois correndo com a arma na mão. ainda confirmou que seria o ex-companheiro da jovem.
     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]