Caixa inicia hoje (19) o pagamento do Bolsa Família com valor adicional; veja escala

O pagamento é feito de de acordo com o número final do NIS

Por Plox

19/06/2023 06h59 - Atualizado há 10 meses

O novo ciclo de pagamentos do Bolsa Família, agora gerido pela Caixa Econômica Federal, começou nesta segunda-feira, 19 de junho. A primeira rodada de pagamentos será para aqueles beneficiários cujo Número de Inscrição Social (NIS) termina com o número 1. Esta etapa do programa incorpora pela primeira vez um adicional de R$ 50 para famílias que incluem gestantes e crianças entre 7 e 18 anos.

O Bolsa Família, que retomou seu nome original no início deste ano, tem passado por diversas modificações desde março. Já havia sido instituído um benefício adicional de R$ 150 para famílias com crianças de até seis anos, elevando o valor total potencial do benefício para R$ 900 para aqueles que atendem aos critérios para ambos os adicionais.

Veja o calendário de pagamento. Foto: divulgação

 

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, a implementação do novo adicional, que eleva o valor médio do benefício para um patamar inédito, é a última mudança planejada para o programa, cuja reformulação foi concluída este mês.

O valor mínimo garantido para os beneficiários é de R$ 600, fruto da Emenda Constitucional da Transição, que possibilitou o uso de até R$ 145 bilhões fora do teto de gastos em 2023. Destes, R$ 70 bilhões foram destinados para o financiamento do Bolsa Família.

O governo realizou uma varredura meticulosa no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) em março para eliminar fraudes antes de iniciar o pagamento do adicional de R$ 150. De acordo com o balanço mais recente, publicado em abril, aproximadamente 2,7 milhões de pessoas com inconsistências no cadastro tiveram o benefício suspensos.

No entanto, foi dado um prazo de 60 dias para cerca de 1,2 milhão de beneficiários que se cadastraram como famílias unipessoais no segundo semestre do ano anterior corrigirem sua situação e provarem sua elegibilidade para reentrar no programa. Para ser elegível, a renda familiar total dividida pelo número de membros da família deve ser de até R$ 218 por pessoa.

Os pagamentos do Bolsa Família ocorrem nos últimos dez dias úteis de cada mês, segundo o modelo tradicional. Os beneficiários podem encontrar informações sobre as datas de pagamento, valor do benefício e detalhes das parcelas no aplicativo Caixa Tem, que serve para monitorar as contas poupança digitais do banco.

Destaques