Presidente da FSFX, Flaviano Ventorim, é entrevistado no PodPlox

PodPlox é o programa de entrevistas oficial da Plox Brasil, no modelo podcast, transmitido ao vivo e que também pode ser acessado posteriormente por livre demanda

Por Plox

19/06/2023 18h41 - Atualizado há 10 meses

O PodPlox recebe Flaviano Ventorim, presidente da FSFX, Fundação São Francisco Xavier (FSFX), que administra o Hospital Márcio Cunha (HMC), em Ipatinga, que está entre os melhores do Brasil. O hospital no Vale do Aço Mineiro se destacou em 4º lugar em Minas Gerais, segundo levantamento da prestigiada revista de saúde americana Newsweek, que considerou mais de 2 mil instituições de saúde de 28 países. Flaviano assumiu a presidência da FSFX no fim de 2022 e, durante o bate-papo faz um balanço sobre os primeiros seis meses à frente da entidade e comenta os planos e desafios dos próximos meses.

 

A FSFX
A Fundação São Francisco Xavier, braço da Usiminas nas áreas de Saúde e Educação, é uma entidade beneficente de assistência social, reconhecida pelo Ministério da Previdência e Assistência Social. Atuando desde 1969, a FSFX conta com mais de seis mil colaboradores e está presente em seis estados brasileiros. Administra quatro unidades hospitalares, em Ipatinga, Timóteo e em
Itabira (MG) com uma gestão marcada pela responsabilidade, pela oferta de atendimentos de excelência e pelas melhores práticas de segurança, além de contabilizarem mais de 70% de seus atendimentos feitos a pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS).
A Fundação é responsável, ainda, pela operadora de Planos de Saúde Usisaúde, com mais de 210 mil beneficiários; o Centro de Odontologia Integrada, que mantém os melhores indicadores de saúde bucal já divulgados no Brasil, e o Serviço de Segurança do Trabalho, Saúde Ocupacional e Meio Ambiente. Na área educacional, o Colégio São Francisco Xavier, unidade precursora localizada em Ipatinga, é referência em Educação na região, com cerca de 3 mil alunos, da educação infantil à graduação.

Hospital Márcio Cunha é considerado um dos melhores do Brasil pela revista americana Newsweek O Hospital Márcio Cunha (HMC), administrado pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX), entidade beneficente de assistência social, localizado em Ipatinga, no Vale do Aço Mineiro, está entre os melhores do Brasil. O levantamento World’s Best Hospitals 2023 (Melhores Hospitais do Mundo
2023) foi divulgado pela revista americana Newsweek. No ranking brasileiro, o HMC conquistou a 21ª colocação com a pontuação de 78,46%. Em Minas Gerais, a unidade está em 4º lugar entre as melhores do estado.

O objetivo do estudo é fornecer uma comparação baseada em dados da reputação e desempenho do hospital entre os países. O ranqueamento levou em consideração as recomendações de especialistas médicos, resultados de pesquisas com pacientes e indicadores médicos.

Segundo a pesquisa, os melhores hospitais do mundo pertencem a um clube exclusivo de marcas que, além de oferecer atendimento, pesquisa e inovação de primeira classe, também são consistentes. De todos os hospitais do mundo, relativamente poucos podem fazer tudo isso ano a ano.

Para o diretor-presidente da FSFX, Flaviano Feu Ventorim, a classificação é o reconhecimento do trabalho sério realizado pela entidade. “Temos equipes capacitadas, infraestrutura de alto nível e profissionais acolhedores. É o resultado de muita dedicação voltada para a assistência humana, integral e de qualidade ao paciente. Temos evoluído constantemente em soluções na área
de saúde, em pesquisas e tecnologia de ponta, assim como treinamento de nossos profissionais. Temos plena consciência de que temos muitos processos a melhorar, e esse é um compromisso de todos nós”, destaca.

Além do Brasil, a pesquisa menciona hospitais de outros 27 países, incluindo Alemanha, Austrália, Suíça, Estados Unidos e Reino Unido, que se destacam por sua excelência, envolvendo médicos renomados, cuidados de enfermagem de primeira linha e tecnologia de ponta.

O Hospital Márcio Cunha
Referência para mais de 840 mil habitantes de 35 municípios da região leste de Minas Gerais, o Hospital Márcio Cunha (HMC) constitui-se de três unidades de atendimento, sendo uma delas exclusiva para tratamento oncológico.

É credenciado para atendimentos de alta complexidade e prestação de serviços nas áreas de ambulatório, pronto-socorro, medicina diagnóstica, ensino e pesquisa, terapia intensiva adulta, pediátrica e neonatal, urgência e emergência, terapia renal substitutiva, alta complexidade cardiovascular, oncologia adulto e infantil, entre outros. O hospital atende a 70% SUS, sendo o 5º em números de internações pelo SUS em Minas.

Foi o primeiro hospital brasileiro a receber, da Organização Nacional de Acreditação (ONA), o certificado de Acreditação em Excelência no ano de 2003. Dentre sua trajetória de qualidade vale destacar o Prêmio Mineiro da Qualidade, recebido em 2007, troféu entregue a instituições cujas práticas de gestão alcançam a excelência. Desde o ano de 2015, passou a integrar o seleto grupo de hospitais a possuir a certificação internacional da Det Norske Veritas International Accreditation Standard (DIAS/ NIAHO), patamar alcançado
por apenas seis instituições brasileiras.
Em 2017, tornou-se o primeiro hospital do país com a Certificação Internacional da Healthcare Information and Management Systems Society (HIMSS), estágio 7, sendo também o único na categoria filantrópica de alta complexidade. Outro destaque para a unidade foi o reconhecimento internacional através da International Hospital Federation (IHF) pelas ações desenvolvidas na luta contra a Covid. 
 

Biografia de Flaviano
Flaviano Ventorim é formado em Administração Hospitalar, com pós-graduação em Finanças pelo Instituto Paulista de Ensino e Pesquisa. Atualmente, é bacharelando no curso de Direito. 
Capixaba, natural da cidade de Montanha, que fica divisa com o estado de Minas Gerais, ele começou a carreira atuando em entidades filantrópicas de gestão de serviços de saúde e administração hospitalar de São Paulo e de Curitiba, somando mais de duas décadas de experiência profissional na área.

Em sua trajetória profissional, esteve à frente de várias entidades representativas do segmento da saúde como o Sindicato dos Hospitais e Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Paraná. É vice-presidente da CMB (Confederação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos). Esteve na presidência da Femipa (Federação das Santas Casas de Misericórdia e Hospitais Beneficentes do Estado do Paraná), por mais de seis anos e, atualmente, é tesoureiro da Federação. Esteve, ainda, à frente da Ahopar (Associação dos Hospitais do Estado do Paraná. O Diretor-Presidente da FSFX é membro do conselho de administração da Organização Nacional de Acreditação – ONA. É, também, professor de Estrutura e Processos Organizacionais em um MBA do Centro Universitário São Camilo.

A escolha e o desenvolvimento de uma carreira na área de saúde, que no início aconteceu por um acaso, se transformou numa paixão em fazer o bem e contribuir para uma sociedade melhor.
 

Destaques