Professor que imobilizou atirador em Cambé (PR) passou por treinamento, diz governador

Governador decreta luto oficial de três dias em razão do ataque ao Colégio Estadual Professora Helena Kolody, em Cambé, que deixou um estudante morte e outro aluno gravemente ferido

Por Plox

19/06/2023 16h21 - Atualizado há 10 meses

O governador do Paraná, Ratinho Jr, afirmou que, segundo informações preliminares, um professor que havia passado por treinamento específico para situações de ataques em escolas imobilizou o ex-aluno de 21 anos que atirou contra estudantes no Colégio Estadual Professora Helena Kolody, em Cambé, nesta segunda (19). Uma aluna de 16 anos identificada, Karoline Verri Alves, foi morta e  Luan Augusto, outro estudante da mesma idade, está gravemente ferido.

 

Segundo o governador Ratinho Junior, o professor que conseguiu conter o atirador participou de um treinamento promovido pela equipe de segurança pública, embora não tenha fornecido detalhes adicionais sobre o programa de capacitação. "A informação que temos é que o professor que conseguiu imobilizar o ex-aluno foi alguém que passou pelo treinamento feito pela nossa equipe de segurança pública, 60, 90 dias atrás", disse o governador, sem dar outros detalhes.

Estudante baleado em colégio de Cambé luta pela vida
Uma data que deveria ser de celebração para Rodrigo Augusto, pai do estudante Luan Augusto, transformou-se em angústia e preocupação. No dia de seu aniversário, Rodrigo não pôde estar ao lado do filho para comemorar devido ao trágico incidente ocorrido na escola em Cambé, no norte do Paraná.

Em frente ao Hospital Universitário de Londrina, familiares aguardam atualizações sobre o estado de saúde de Luan, que se encontra em uma situação delicada, respirando por aparelhos. Segundo informações divulgadas pelo hospital, o jovem está em estado gravíssimo, recebendo assistência ventilatória, sedado e sendo constantemente monitorizado. Exames laboratoriais e tomografia computadorizada de crânio também serão realizados para avaliar sua condição.

Em meio à aflição, Rodrigo Augusto compartilhou sua tristeza e pediu orações para o filho, destacando que Luan não tinha problemas com ninguém e que mora com os avós. O pai expressou sua frustração por não poder desfrutar do dia de seu aniversário ao lado de seu ente querido, que luta pela vida no hospital.

Governador decreta luto oficial de três dias
O governador Carlos Massa Ratinho Junior decretou luto oficial de três dias em razão do episódio de violência ocorrido na manhã desta segunda-feira (19) no Colégio Estadual Professora Helena Kolody, em Cambé, Norte do Estado.

Um ex-aluno entrou armado no colégio alegando que solicitaria o seu histórico escolar. Segundo as informações iniciais, ele disparou contra duas pessoas. Uma aluna de 16 anos morreu no local e outro aluno foi baleado e está internado no Hospital Universitário de Londrina.

Os secretários de Segurança Pública e da Educação estão a caminho da cidade para prestar todo o apoio necessário à comunidade escolar. O ex-aluno já foi detido e encaminhado para Londrina.

"É um dia triste para todos os paranaenses. Um dia de luto e tristeza pelo que ocorreu na escola estadual de Cambé. Também quero me solidarizar com as famílias e toda a comunidade escolar", afirmou Ratinho Junior. "Estamos aguardando a investigação para ver o que ocorreu. O professor que imobilizou esse ex-aluno passou por um treinamento recentemente e as forças policiais chegaram em apenas três minutos ao colégio depois do acionamento, o que evitou uma tragédia ainda maior".

"Toda nossa equipe está mobilizada para buscar ainda mais segurança para os nossos alunos, professores e toda a rede estadual de ensino", complementou.

As aulas no Colégio Estadual Professora Helena Kolody foram suspensas até a semana que vem. As aulas das demais escolas estaduais de Cambé também foram suspensas, mas voltam na quarta-feira.
 

Destaques