Mineiro é preso suspeito de liderar esquema milionário de pirâmide financeira

19/08/2019 07:32

Com os golpes, algumas pessoas somaram prejuízos da ordem de mais de R$ 1 milhão

Publicidade
 

 


A Polícia Civil de Minas Gerais desarticulou um esquema de pirâmide financeira no setor de criptomoedas. O suspeito de encabeçar a estrutura criminosa é um mineiro, que foi preso em um resort de luxo em Arraial d'Ajuda, Porto Seguro (BA). No distrito ele tinha uma vida de muitas regalias. Somente o aluguel pago por ele era de R$ 30 mil, que também pagava seguranças armados. 

O acusado começou o esquema fraudulento na cidade mineira de Montes Claros, criando a empresa “Mattos Investing”. A companhia tinha a finalidade de aliciar pessoas a investirem em criptomoedas e no mercado considerado o maior do mundo, destinado a transações de câmbio, o mercado Forex.

bitcoins

O esquema montado era baseado em criptomoedas- Foto: Pixabay

O investimento mínimo era de R$ 1,5 mil. A promessa de retorno com a rede piramidal montada pelo suspeito era que os investidores teriam retorno financeiro com taxa de 30% a 100% ao mês. Segundo a PC, com os golpes, algumas pessoas somaram prejuízos da ordem de mais de R$ 1 milhão. 

Quando a empresa do acusado simplesmente sumiu por volta de agosto de 2018, ele se escondeu das pessoas que investiram no esquema em vários estados do Brasil. A PC levou cerca de quatro meses para encontrar e prender o acusado.

Atualizada às 9h08



Publicidade