Ipatinga

polícia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Assassino de jovem morta em Ipatinga é preso e confessa crime

    De acordo com os policiais, o crime teve como motivo o sentimento de rejeição, pois a vítima mantinha um relacionamento com outro homem

    Por Plox

    19/08/2021 18h42 - Atualizado há cerca de 1 mês

    A Polícia Civil de Minas Gerais, através da Delegacia de Homicídios de Ipatinga, cumpriu nessa quarta-feira (18), a prisão preventiva do dono do apartamento onde Dayane Carvalho da Silva, de 26 anos, foi encontrada morta no dia 11 deste mês. O homem, de 50 anos, confessou o crime.

    Com o cumprimento do mandado de prisão preventiva, expedido na mesma data de instauração do inquérito, o autor confessou a prática do crime e levou os policiais ao local onde tinha deixado o pé de cabra utilizado para golpear a vítima. A ferramenta foi apreendida e periciada, constatando-se a presença de sangue humano.

    De acordo com os policiais, o crime teve como motivo o sentimento de rejeição, pois a vítima mantinha um relacionamento com outro homem. O autor do crime foi encaminhado ao Ceresp de Ipatinga onde ficará à disposição da justiça.

    Foto: Ferramenta utilizada para golpear a vítima/Foto Divulgação PC

     

    Entenda o caso:
    Dayane Carvalho da Silva, de 26 anos, foi encontrada morta dentro de um apartamento nesta quarta-feira (11), no bairro Canaã, em Ipatinga, Minas Gerais. Segundo as informações, a polícia procura pelo dono do apartamento. O fato aconteceu na rua Rute, número 577.

    Os militares chegaram ao local e encontraram a mulher caída, sem batimentos cardíacos e em cima de uma poça de sangue. De acordo com a Polícia Militar, a vítima pode ter sido assassinada com uma pancada na cabeça. 

    Foto: Reprodução/ Google Street View

     

    Segundo a PM, o Centro de Operações Policiais (COPOM) recebeu informações de uma mulher dando conta de que esteve no apartamento do tio, onde estava morando com ele há dois dias, e encontrou o corpo da jovem, já sem vida, e o familiar pedindo silêncio.

    Diante do fato, ela saiu do local e retornou para sua residência para acionar a PM. Após contato, a solicitante levou os militares até o endereço exato do possível homicídio. A perícia foi acionada. O tio e dono do apartamento é o principal suspeito e está sendo procurado.

     

    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2021[email protected]