Prefeitura de Fabriciano anuncia quitação do empréstimo da obra do Parque Linear

O fim do financiamento, contraído em gestões anteriores, vai gerar uma economia anual de aproximadamente R$ 4 milhões, segundo a Administração Municipal

Por Plox

19/08/2022 12h35 - Atualizado há quase 2 anos

Nesta sexta-feira (19), a Prefeitura de Coronel Fabriciano, Minas Gerais, anunciou a quitação da dívida do empréstimo da obra do Parque Linear. O empréstimo da obra, contraído em gestões anteriores, a Prefeitura vai  financiar os juros do empréstimo destinado para a obra, contraídos em gestões anteriores à atual.

 

Marcos Vinícius, prefeito do Município, afirmou que com a quitação, o valor que seria pago à Caixa Econômica Federal, de aproximadamente R$ 60 milhões, cai para cerca de R$ 34 milhões. Com isso, o Município irá economizar cerca de R$ 27 milhões. O prefeito ainda afirmou que o dinheiro usado para pagar é oriundo de economias feitas no município.

“Esse dinheiro, para pagar essa dívida, é oriundo de economia do município, feito durante a gestão. Ele não impacta em nenhuma obra que está em execução, tampouco, que possa vir futuramente. Pelo contrário, Ele vai abrir um espaço para que todo ano, a partir de 2023, a gente possa contar com, no mínimo,  R$4 milhões a mais para investimentos.”

Marcos Vinícius, prefeito de Fabriciano, ao centro. Foto: Lúcio Antônio/ Plox

 

Marcos Vinícius afirmou que não é contra o gestor municipal pegar empréstimos, desde que haja um planejamento para uso do recurso. “Ninguém está proibindo os próximos prefeitos de pegarem qualquer tipo de financiamento, A gente quer que os próximos prefeitos, quanto decidirem tomar um financiamento, que o financiamento seja planejado. Porquê do financiamento? Para quê o financiamento? E como eu vou pagar até o final do meu mandato?”, disse Marcos Vinícius.

É uma obra inviável, com o valor do empréstimo. A Prefeitura já pagou R$ 18 milhões e vamos quitar R$ 17 milhões, ou seja, R$ 34 milhões.

Wander Ulhôa, secretário de Governança Financeira e Orçamentária. Foto: Lúcio Antônio/ Plox

 

Em relação a um projeto de Parque Linear, Marcos Vinícius afirmou que a gestão tem um projeto.  A obra, Parque Linear, como mobilidade urbana, ela é importantíssima para a cidade. O município, agora tem um projeto, mas para fazer, ou com recursos próprios, em etapa, a medida do fluxo de caixa, ou nesse acordo de Mariana-MG, onde Fabriciano vai ser beneficiado. A gente [Fabriciano] tem uma cota importante e a gente usar para essa finalidade”.

Miltinho do Sacolão, presidente da Câmara. Foto: Lúcio Antônio/ Plox

 

Miltinho do Sacolão, vereador e atual presidente da Câmara, afirmou que o projeto será voltado o mai breve possível, para que o pagamento ocorra no prazo determinado, até 31 deste mê.

Além do anúncio do pagamento, a Prefeitura também enviou à Câmara Municipal um Projeto de Emenda à Lei Orgânica Municipal, que propõe que todo e qualquer empréstimo ou operação de crédito no município passe a ser cumprida dentro do mandato do gestor em que ela for contraída.
 

Destaques