Ipatinga

economia

X FECHAR
ONDE VOCÊ ESTÁ?

    Jovens demonstram que também sabem administrar

    Em empresa familiar, responsabilidades são passadas de pais para filhos; construtora no Vale do Aço é citada como exemplo

    Por Plox

    19/11/2021 17h07 - Atualizado há 8 meses

    Provavelmente, todo mundo já ouviu falar em empresa familiar, onde a administração é passada de pais para filhos e, assim, sucessivamente. Não importa o porte da companhia, seja pequena ou grande, o objetivo é o mesmo: manter a visão, a missão e os valores. 

    No Brasil, pode-se dar um exemplo bastante conhecido, o Sistema Brasileiro de Televisão (SBT). Até poucos anos, as filhas do apresentador Sílvio Santos não eram tão conhecidas como hoje, isso porque o pai decidiu colocá-las na frente da telinha mais tarde, ensinando seu modo de falar com o público, conduzir um programa e, assim, manter a tradição. 

    Contudo, a inserção de filhos ainda mais jovens está cada vez mais comum. No Vale do Aço, em Minas Gerais, uma empresa no setor de Construção Civil está passando por essa transição. 

    Wallace Barreto, diretor da WR Construtora, trouxe para seu lado os filhos Igor Miranda e Larissa Miranda e contou que sempre lhes passou os princípios, os quais ele gostaria que seguissem. “Pra mim é muito alegria ter eles perto de mim e compartilhar a gestão das empresas”, enfatizou. 

     

    Igor já ajuda há alguns anos, porém, agora teve a oportunidade de ocupar o cargo de diretor financeiro do negócio mais recente da família. “Hoje, aos meus 19 anos, já acumulei um pouco de experiência trabalhando em diversos setores da WR e da Giganet. Vim auxiliar meu pai no lançamento dessa nova empresa, o Consórcio Nacional WR”. 

    Pedro, Larissa, Wallace e Igor. Foto: Jailton/Plox

     

    Larissa, de 24 anos, atualmente, ocupa o cargo de gerente financeiro da WR e Giganet, porém, desde a infância que acompanha o pai no trabalho. “Me lembro que desde os 12 ou 13 anos eu acompanhava ele em almoços de negócios e reuniões, nas férias eu sempre estava junto trabalhando com ele e aprendendo, e isso despertou meu lado empreendedor e minha paixão pelos negócios”, disse.

    Além dos filhos, o genro de Wallace também faz parte do time de corretores. Para Pedro Donato, a oportunidade condiz com o que sempre gostou. “Eu sempre tive uma veia de vendedor, então, tendo essa tendência para o lado comercial de relacionamento com as pessoas, acabei adentrando”, disse.

    “Larissa sempre teve desejo também de me colocar aqui dentro, sempre me apoiou, até hoje me ajuda, me apoia, me dá força, então, está sendo muito bom”, finalizou Pedro, também de 24 anos. 

    Filhos e genro também colaboram na empresa. Foto: Jailton/Plox
    PLOX BRASIL © Copyright 2008 - 2022[email protected]