Ipatinga é a primeira cidade a ser atendida pela Oi com 4,5G em Minas Gerais

19/12/2018 18:54

Companhia expande rede 4,5G e encerra o ano com a tecnologia disponível em 25 cidades

Publicidade

A Oi encerra o ano com o serviço móvel 4,5G disponível em 25 municípios no país. Em Minas Gerais, a primeira cidade é receber o serviço é Ipatinga, no Vale do Aço. A companhia tem ampliado sua rede móvel de 4G e 4,5G, que, segundo a companhia, tem como grande diferencial frente ao 4G, a maior velocidade e eficiência no uso da internet móvel, possibilitando velocidades até 3 vezes mais rápidas.

A expansão da oferta de 4,5G da Oi vem sendo realizada com recursos do orçamento deste ano da companhia e conta com parcerias estratégicas com grandes fornecedores globais, que têm expertise em tecnologia de ponta na construção de infraestrutura de telecom como antenas, transmissores e equipamentos necessários para operar a rede de telefonia e internet. A previsão é que este processo de expansão se acelere com o aumento de capital da Oi que está em curso, conforme previsto no plano de Recuperação Judicial. Graças à grande capilaridade da rede da operadora, única presente em todo o país com uma rede de fibra ótica de cerca de 350 mil km, a Oi tem condições de avançar rapidamente com a oferta do serviço.

A ampliação da rede móvel é, ao lado da expansão da rede de banda larga por fibra ótica residencial (FTTH, fiber to the home), um dos principais projetos estruturantes da Oi, previstos no plano de Recuperação Judicial aprovado pela maioria dos credores no final do ano passado. O objetivo principal desses projetos é garantir a sustentabilidade futura da companhia no mercado de telecom brasileiro, e, para isso, a Oi deverá fazer um investimento total de R$ 21 bilhões nos próximos três anos.

As ofertas de banda larga por fibra óptica residencial já estão disponíveis em 28 cidades (25 dessas entregues este ano), com internet até 200 mega, permitindo à companhia fechar o ano com mais de um milhão de homes passed (HP´s).  A empresa afirma que a implantação foi acelerada com a estratégia de Reuso de Rede, que permitiu à Oi alavancar a robustez da rede de transporte e a capilaridade da rede de fibra metropolitana. A abordagem inovadora tem custo em média 30% menor que a abordagem tradicional, além de ser mais eficiente comercialmente, com a expansão guiada pela demanda de mercado.

As cidades já atendidas com 4,5 G são: Salvador, Lauro de Freitas, Simões Filho, Fortaleza, Maracanaú, Maranguape, Paço do Lumiar, São José de Ribamar, São Luís , Raposa, Ipatinga,

Belém, Ananindeua e Marituba; João Pessoa, Bayeux, Santa Rita, Campina Grande; Recife, Cabo de Santo Agostinho, Jaboatão dos Guararapes, Olinda, Paulista; Natal e Palmas.



Publicidade