Herdeiros de Pelé unanimemente aceitam testamento e avançam com DNA para confirmar nova filha

Inventário do patrimônio de Pelé prossegue após herdeiros concordarem com os termos; possível nova filha do jogador entra no processo

Por Plox

19/12/2023 21h08 - Atualizado há 5 meses

Os herdeiros do ícone do futebol, Pelé, falecido em 29 de dezembro de 2022 devido a um câncer no cólon, chegaram a um consenso sobre os termos do testamento deixado pelo atleta. A decisão, validada pela Justiça de São Paulo e anunciada pela juíza Andrea Roman da 2ª Vara de Família e Sucessões, marca um passo significativo na gestão do legado de Pelé. Luiz Kignel, advogado de Márcia Aoki, viúva de Pelé, confirmou a informação, destacando a importância do acordo para a continuidade do processo de inventário. "É um avanço relevante porque retira qualquer discussão sobre a validade do testamento", afirmou Kignel.

 

 

Foto: Pelé / divulgação

Inventário e Administração da Herança

O próximo passo apontado por Kignel é finalizar o levantamento dos bens de Pelé, estimados em cerca de R$ 78 milhões. Edinho, filho do ex-jogador, foi nomeado como inventariante com o apoio dos irmãos, seguindo a renúncia de Marcia Aoki à função. Edinho justificou seu pedido para administrar a herança, alegando maior familiaridade com os negócios da família.

Potencial Reconhecimento de Nova Filha

Paralelamente, o advogado Augusto Miglioli, representando Edinho, revelou que os filhos de Pelé estão submetidos a exames de DNA que podem confirmar a existência de uma nova filha. Maria do Socorro Azevedo, representada pela Defensoria Pública de São Paulo, reivindica ser filha do atleta, o que a tornaria uma herdeira legítima. Pelé não contestou a ação de paternidade e havia decidido realizar o teste de DNA, embora tenha falecido antes de fazê-lo. O teste é crucial para definir a partilha dos bens.

Decisões Testamentárias e Família Ampliada

No testamento, assinado em 2020, Pelé distribuiu 30% de seus bens para Márcia Aoki, incluindo uma propriedade no Guarujá, 60% entre seus seis filhos e a enteada Gemima, e 10% para dois netos, filhos de Sandra Regina, filha que ele nunca reconheceu em vida. Caso Maria do Socorro seja confirmada como filha de Pelé, ela se juntará aos demais herdeiros na divisão dos 60%.

Contexto Familiar de Pelé

Márcia Aoki, com quem Pelé se casou em 2016, quando ele tinha 75 anos, é oriunda de Penápolis, São Paulo, e conheceu o jogador enquanto estudava em Nova York nos anos 80. Pelé teve três casamentos: com Rosimeri Cholbi, com quem teve Edinho, Jennifer e Kely; com a cantora gospel Assíria Nascimento, mãe dos gêmeos Celeste e Joshua; e um relacionamento breve com Anísia Machado, mãe de Sandra Regina. Flávia Cristina é filha de Lenita Kurtz, com quem Pelé se relacionou em 1969.

 

 


 

Destaques