Justiça mantém medida protetiva contra deputado Zé Trovão após relatos de agressão

A decisão proíbe o parlamentar de se aproximar ou contatar sua ex-companheira, reforçando a proteção à vítima de violência doméstica

Por Plox

19/12/2023 08h28 - Atualizado há 5 meses

O 3º Juizado de Violência Doméstica e Familiar Contra Mulher de Brasília confirmou a manutenção da medida protetiva para a ex-companheira do deputado Zé Trovão (PL-SC). A decisão foi tomada após a vítima relatar à polícia ter sido agredida pelo parlamentar em 19 de novembro. Com a medida, Zé Trovão fica proibido de se aproximar da ex-namorada, devendo manter uma distância mínima de 300 metros, e também está impedido de realizar qualquer tentativa de contato, seja por telefone ou redes sociais.

 (crédito: Bruno Spada/Agência Câmara)

Relatos de Agressão e Contexto do Caso

A ex-companheira de Zé Trovão relatou à polícia que o relacionamento era marcado por violência psicológica e ofensas constantes, além de agressões físicas. Segundo ela, o deputado é "muito agressivo" e costuma elevar o tom de voz com as pessoas com quem convive. Em um dos episódios, relatou ter sido ameaçada com uma faca de cozinha e, durante uma briga recente que culminou na separação do casal, houve um confronto físico onde o deputado teria tentado enforcá-la.

Investigação Policial em Andamento

O inquérito policial está sendo conduzido pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) I, da Asa Sul, e já começou a tramitar com o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT). A investigação busca apurar os detalhes e circunstâncias das alegações de violência doméstica contra o deputado.

Impacto no Cotidiano da Vítima

Ana Rosa, a ex-companheira do deputado, relatou que o relacionamento com Zé Trovão, que durou aproximadamente 11 meses, teve um impacto devastador em sua vida, inclusive profissionalmente. Após a separação, ela vem tentando reorganizar sua vida.

Resposta do Deputado

Até o momento da publicação desta notícia, o Correio Braziliense, que reportou o caso, tentou entrar em contato com a defesa do deputado para uma possível manifestação sobre a manutenção da medida protetiva. A defesa de Zé Trovão ainda não se pronunciou publicamente sobre o caso.

A manutenção dessa medida protetiva reforça a importância das ações judiciais em casos de violência doméstica, garantindo proteção às vítimas e responsabilizando os agressores. Este caso continua em desenvolvimento e será atualizado conforme novas informações forem disponibilizadas.

 

 


 

Destaques