Vacina experimental contra câncer de mama mostra eficácia promissora

Primeira fase de testes revela resultados positivos no combate ao subtipo triplo-negativo, um dos mais agressivos

Por Plox

19/12/2023 20h25 - Atualizado há 5 meses

Uma nova vacina experimental contra o câncer de mama, focada no combate ao subtipo triplo-negativo, apresentou resultados positivos em sua primeira fase de testes. Este tipo de câncer, que afeta principalmente mulheres jovens, latinas, negras e aquelas com mutações nos genes BRCA1 e BRCA2, representa cerca de 15% dos casos de câncer de mama e é considerado um dos mais graves devido ao seu desenvolvimento acelerado.

Desenvolvimento e resultados da vacina A pesquisa, conduzida em parceria entre a Anixa Biosciences e a Cleveland Clinic Cancer Institute, com financiamento do Departamento de Defesa dos EUA, revelou que a maioria dos participantes desenvolveu uma resposta imune significativa após receber três doses da vacina. Os dados, divulgados no Simpósio de Câncer de Mama de San Antonio de 2023, indicaram um aumento na atividade das células T, essenciais para a imunidade contra o câncer.

Mecanismo inovador da vacina Amit Kumar, presidente e CEO da Anixa Biosciences, destacou a inovação do mecanismo utilizado pela vacina, que nunca foi aplicado antes em imunizantes contra o câncer. A vacina visa direcionar o sistema imunológico para atacar células cancerígenas que secretam a proteína α-lactalbumina, presente na maioria dos cânceres de mama triplo-negativos. Este método poderia prevenir a recorrência do câncer em sobreviventes e, eventualmente, sua manifestação inicial.

Próximas etapas e esperança futura Os pesquisadores estão agora planejando os estudos das fases 2 e 3 da vacina, visando determinar a dose ideal e avaliar sua eficácia a longo prazo. Thomas Budd, médico da equipe da Cleveland Clinic Cancer Institute, expressou otimismo quanto à possibilidade de que as respostas de células T observadas possam se transformar em uma prevenção efetiva contra o câncer de mama.

Desmitificando o câncer de mama O artigo também aborda o mito comum de que o câncer de mama só se desenvolve em pessoas com histórico familiar da doença. Embora cerca de 10% dos casos sejam hereditários, a maioria dos cânceres de mama surge devido a uma variedade de fatores, enfatizando a importância da conscientização e do diagnóstico precoce.

Destaques