Rua de Timóteo recebe pavimentação asfáltica

20/02/2020 09:36

A recuperação das ruas Cinco e Sete afetadas pelo desvio do trânsito da Avenida Alexandre Torquetti

Publicidade

Nesta semana, foi concluída a pavimentação da Rua Sete, no bairro Alegre em Timóteo-MG. A via era calçada com paralelepípedo e sofreu os impactos com o desvio do trânsito da Avenida Alexandre Torquetti, interditada por cerca de três meses, para realização de obras de drenagem profunda.

Além da Rua Sete, a Prefeitura de Timóteo pavimentou também a Rua Cinco no bairro Alegre.

 

timoteo-2Foto: divulgação
 

“Deus me concedeu a benção de viver para ver o asfalto chegar em minha rua. É uma satisfação enorme de não ter mais dificuldade de lidar com o barro, atoleiro e buracos na rua. Vai melhorar a vida da comunidade”, comemorou o policial militar Maurício Lagares dos Santos, que reside no bairro há 50 anos. Ele lembra que, no início, a Rua Sete era uma estrada de terra e, quando chovia, vinha barro até os tornozelos. 

A recuperação das ruas Cinco e Sete afetadas pelo desvio do trânsito da Avenida Alexandre Torquetti. Segundo o prefeito Douglas Willkys, o recapeamento foi um compromisso da atual gestão.

 

timoteoFoto: divulgação

 

“Na época, solicitamos a compreensão da comunidade em função dos transtornos ocasionados, mas assumimos o compromisso de priorizar a melhoria das vias atingidas. Hoje, temos a alegria de tornar realidade estas obras esperadas há anos pela comunidade”, disse o prefeito.

A pavimentação das ruas do bairro Alegre fazem parte de um pacote de obras que beneficiará 16 ruas e avenidas da cidade, com investimento global de R$1.102.312,22. O serviço é executado pela empresa licitada KC Abreu Azevedo Castro.

Segundo a prefeitura, além de eliminar o barro e reduzir a poeira, a pavimentação asfáltica também favoreceu atividades de lazer. Alegre, a garota Julia Godoi Ferreira Nogueira, de 11 anos, destaca as principais vantagens do asfalto. “Antes eu não conseguia andar de patins na rua, e, várias vezes, caia de bicicleta por causa das pedras”, contou Julia, acrescentando que antes a via era cheia de poeira e que, agora, está “limpinha”.
 



Publicidade