Lula interrompe folga de Carnaval para acompanhar trabalhos de resgate em São Paulo

A cidade de São Sebastião registrou 627 mm de chuvas em 24 horas, resultando em dezenas de mortos e centenas de desalojados

Por Plox

20/02/2023 00h34 - Atualizado há cerca de 1 ano

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva decidiu interromper sua folga de Carnaval para ir à São Paulo acompanhar os trabalhos de resgate e atendimento às vítimas das fortes chuvas que atingem o litoral norte do Estado e já deixaram dezenas de mortos. Lula está na base de Aratu, na Bahia e seguirá amanhã para a região. "Amanhã irei para São Paulo visitar a região e acompanhar os esforços de enfrentamento dessa tragédia", afirmou Lula em suas redes sociais.
 

O presidente destacou que a Defesa Civil e as Forças Armadas estão à disposição e atuando para ajudar no que for necessário, e ainda se mostrou solidário às famílias das vítimas. Lula também vai reunir todos os níveis do governo e, com a solidariedade da sociedade, buscar desaparecidos, atender feridos e restabelecer as rodovias, ligações de energia e telecomunicações na região.
 

Vice-presidente Geraldo Alckmin também se manifesta sobre a tragédia

O vice-presidente Geraldo Alckmin também se manifestou em suas redes sociais e expressou sua solidariedade aos moradores do litoral norte de São Paulo que estão sofrendo com as fortes chuvas. Alckmin informou que o governo, por meio da Defesa e do Ministério do Desenvolvimento Regional, está acompanhando a situação e determinou o deslocamento do GADE, grupo de apoio a desastres, ao Estado. A cidade de São Sebastião registrou 627 mm de chuvas em 24 horas, resultando em dezenas de mortos e centenas de desalojados. 

O prefeito de São Sebastião decretou calamidade pública — Foto: Divulgação/Prefeitura de São Sebastião



Pelo menos 35 pessoas morreram na cidade por causa das chuvas. 50 casas desabaram, outras ficaram em risco. Segundo o prefeito, dezenas de pessoas ficaram sob escombros. De acordo com a Defesa Civil, choveu 600 milímetros na cidade nas últimas 24 horas.
 

Foto: Divulgação/Prefeitura de São Sebastião

 

 

Para o  resgate de vítimas em São Sebastião e Ubatuba foram mobilizados mais de 100 bombeiros  — Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros

 


"Estamos em estado de calamidade. Vamos precisar de ajuda para reconstruir nossa cidade. A situação é grave, mas estamos trabalhando para atender as vítimas e minimizar os danos", disse o prefeito Felipe Augusto. 

A casa de uma mulher de 35 anos foi atingida por uma árvore e ela morreu no local. Durante o resgate, uma criança de 2 anos foi salva após ter permanecido horas sob os escombros. 

 

Após permanecer por horas debaixo de escombros em São Sebastião, a criança foi resgatada com vida - Foto: Divulgação/PM

 

Ela foi socorrida e levada pelo helicóptero Águia para o Hospital Regional do Litoral Norte, em Caraguatatuba. A criança estava sob escombros no bairro Vila Sahy. Ainda não foi divulgado o estado de saúde da criança.

 

Destaques