Maíra Cardi apela de sentença por publicidade falsa

A influenciadora sustenta ainda que a cliente não executou as técnicas recomendadas no curso nem fez uso adequado do material fornecido

Por Plox

20/02/2024 17h34 - Atualizado há 4 meses

Maíra Cardi, conhecida influenciadora digital e coach, enfrenta repercussões jurídicas após uma condenação por veicular propaganda enganosa relacionada ao seu curso "Cura Você". A penalidade imposta inclui o pagamento de R$ 5 mil em danos morais e a devolução do valor investido pela cliente insatisfeita.

Foto: Reprodução/ Redes sociais

Diante da decisão, Cardi optou por apresentar um recurso denominado "embargos de declaração", questionando pontos que considera equívocos e lacunas na sentença. Ela contesta a alegação de danos morais, defendendo que não há provas de prejuízo à dignidade da cliente decorrente do curso.

A influenciadora sustenta ainda que a cliente não executou as técnicas recomendadas no curso nem fez uso adequado do material fornecido. A controvérsia se intensifica com o relato de que a cliente esperava lucros diários prometidos por Cardi em um curso de marketing digital, resultado que não se materializou.

A 10ª Vara Cível de Santo Amaro já havia determinado que Cardi e sua empresa compensassem a cliente com R$ 829 por danos materiais, além de reconhecer a ocorrência de danos morais pela violação das normas de proteção ao consumidor, nas palavras da desembargadora Maria Lúcia Pizzotti.


 

Destaques