Fundação Aperam Acesita participa de ações em comemoração ao Dia Mundial da Água

20/03/2019 10:18

A semana começou com o curso Trabalhadores Florestais Polivalentes/Recuperação de Áreas Degradadas

Publicidade

Na semana em que se comemora o Dia Mundial da Água, celebrado no dia 22 de março, a Fundação Aperam Acesita participa de diversas iniciativas de conscientização do uso desse bem tão precioso.

A semana começou com o curso Trabalhadores Florestais Polivalentes/Recuperação de Áreas Degradadas em parceria com o Senar - Serviço Nacional de Aprendizagem Rural, na Fazenda Bom Samaritano, em Coronel Fabriciano-MG. O objetivo da ação é oferecer capacitação teórica e prática em recuperação de áreas degradadas, visando à compreensão da realidade que envolve as ações de recuperação do ambiente natural degradado. O público-alvo são produtores rurais e familiares.

No dia Mundial da Água, 22, acontece o Dia “A”. Em conjunto com os parceiros do Plano Integrado de Educação Ambiental, a Fundação Aperam Acesita, por meio do Centro de Educação Ambiental  - Oikós participará do evento com estande institucional, na Praça 1º de Maio, em Timóteo. A atividade acontecerá de 8h às 11h. Durante a ação, a comunidade e alunos de escolas públicas e particulares de Timóteo poderão participar de um quiz, além da distribuição de mudas nativas, frutíferas e ornamentais e húmus (adubo produzido no Oikós e muito rico em nutrientes), além de diversas ações apresentadas pelos parceiros.

Sem Título-2(Foto: Fundação Aperam Acesita)

A Fundação participa também da XVII Caravana das Águas, realizada pela Rede Ambiental Verde Vida, no dia 23/03 na Ponte Perdida em Revés do Bélem. Mais uma vez, a Fundação estará com estande sensibilizando alunos, educadores e parceiros sobre os recursos hídricos e demais questões ambientais.

"Queremos incentivar toda a comunidade a pensar de forma preventiva, antecipar ações de cuidado, na proteção e recuperação das águas. Nosso propósito é estimular a proatividade e a responsabilidade social a partir de um trabalho integrado, dessa forma contribuímos para uma sociedade ambientalmente sustentável e socialmente justa, afirmou o presidente da Fundação, Venilson Vitorino.



Publicidade